ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Governo: Cabo Verde assume presidência do Conselho de Ministros da CPLP com humildade e sentido de responsabilidade 16 Julho 2018

O ministro dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, já é presidente do Conselho de Ministros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), cargo que, segundo ele, pretende assumir com “humildade e sentido de responsabilidade”.

Governo: Cabo Verde assume presidência do Conselho de Ministros da CPLP com humildade e sentido de responsabilidade

A passagem de pasta do Brasil para Cabo Verde aconteceu esta manhã durante a reunião que antecede a Cimeira dos Chefes e de Estado e do Governo que terá lugar na terça e quarta-feira, na ilha do Sal, tendo como tema central “Cultura Pessoas e Oceanos» e durante a qual Cabo Verde assume a Presidência da Organização.

“É uma honra presidir ao Conselho de Ministros da CPLP nos próximos dois anos”, disse o governante cabo-verdiano citado pela Inforpress, indicando que Cabo Verde quer que a comunidade dos países de língua portuguesa tenha uma grande responsabilidade, tendo em conta os anseios dos povos da comunidade.

“As nossas populações, os nossos povos esperam de todos nós compromissos firmes e sobretudo que trabalhemos para que a sociedade civil tenha uma voz sempre muito activa nos nossos trabalhos e, sobretudos que possamos conjuntamente responder aos principais anseios das nossas populações”, salientou, segundo a Inforpress, Luís Filipes Tavares.

“Por isso Cabo Verde assume a presidência com humildade e sentido de responsabilidade na certeza que conjuntamente com os demais países membros conseguiremos fazer avançar a nossa comunidade de língua portuguesa”, acrescentou o titular da pasta da diplomacia cabo-vrdiana.

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) é integrada por Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste e todos os ministros dos negócios estrangeiros estão reunidos na ilha do Sal.

Para além dos membros, a organização tem como observadores associados países como a Geórgia, a Hungria, o Japão, a República Checa, a República Eslovaca, a República das Maurícias, a República da Namíbia, a República do Senegal, a República da Turquia e o Uruguai.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert

Newsletter

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project