ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Governo “consternado” com o assassinato do jovem Willi Monteiro em Itália 08 Setembro 2020

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Filipe Tavares, reagiu hoje “com consternação” à morte do jovem cabo-verdiano, na Itália, agredido por um grupo de homens.

Governo “consternado” com o assassinato do jovem Willi Monteiro em Itália

O responsável da pasta dos Negócios Estrangeiros e Comunidades revelou à Inforpress que já falou com os pais de Willy Monteiro, 21 anos, a quem apresentou as condolências do Governo de Cabo Verde.

“O Governo de Cabo Verde pede que a justiça seja célere e que puna severamente os assassinos que cometeram este acto hediondo e repugnante”, indicou Luís Filipe Tavares, que pede “calma e serenidade” à comunidade cabo-verdiana em Roma, e que confie nas autoridades judiciais italianas, que segundo ele, “saberão punir os culpados de forma exemplar”.

“Falei com o pai do Willi Monteiro, senhor Armando Monteiro, há momentos e, como é óbvio, está muito triste e desolado com a morte do filho aos 21 anos”, afirmou Luís Filipe Tavares.

Willi Monteiro foi morto ao tentar socorrer um amigo italiano, que estava sendo agredido por outros italianos.

Segundo informações, estes voltaram-se contra Willi, espancando-o até ficar em coma.

A polícia foi chamada e chegou imediatamente ao local, assim como a ambulância. Tentaram reanimá-lo, mas sem sucesso.

Conforme apurou a Inforpress, momentos depois a polícia deteve dois dos agressores e, um pouco mais tarde, mais dois.

Willi Monteiro nasceu em Roma, mas actualmente residia na cidade de Colleferro.

Era estudante numa escola de hotelaria e jogava futebol na equipa principal da cidade, refere a Inforpress.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project