LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Governo da Guiné-Bissau acaba com feriado em 23 de janeiro 20 Janeiro 2023

O Governo da Guiné-Bissau determinou o fim do feriado de 23 de janeiro, que assinalava o início da luta pela independência do país, segundo uma nota de imprensa enviada esta quinta-feira à Lusa.

Governo da Guiné-Bissau acaba com feriado em 23 de janeiro

No comunicado, do Ministério da Administração Pública, Trabalho, Emprego e Segurança Social é explicado que na quinta-feira foi adotado um novo decreto referente aos feriados nacionais.

Em consequência o dia 23 de janeiro [segunda-feira] é dia de trabalho, pelo qual se apela a todos os funcionários públicos para se apresentarem nos seus respetivos postos de trabalho”, lê-se no documento.

O Governo justifica a decisão com a “dinâmica que se impõe nos dias que correm, fruto da globalização, da liberalização económica e da livre circulação de pessoas e bens, para além da crise financeira e alimentar, que tem sacudido o mundo, o que impõe novas perspetivas que assentam numa cultura de produção e de produtividade”.

O que, continua o Governo, “obriga a Guiné-Bissau, enquanto membro de várias organizações internacionais, regionais e sub-regionais, à observância das obrigações daí decorrentes”.

Segundo lembra a Lusa, o feriado assinalava o começo das ações da guerrilha na Guiné-Bissau e o início da luta pela independência de Portugal, em 23 de janeiro de 1963.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project