BREVES NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Governo de Cabo Verde pede à TAP para colocar aviões de maior porte para a rota Lisboa - São Vicente 09 Janeiro 2020

O Governo de Cabo Verde anunciou esta quarta-feira, 08, durante a sessão parlamentar, na cidade da Praia, que pediu à transportadora aérea portuguesa TAP para colocar aviões de maior porte na rota entre Lisboa e São Vicente, face às necessidades de carga que aquela ilha tem.

Governo de Cabo Verde pede à TAP para colocar aviões de maior porte para a rota Lisboa - São Vicente

A informação foi transmitida esta quarta-feira, 08, no Parlamento, na cidade da Praia, pelo Ministro dos Transportes e Turismo, José Gonçalves, ao ser questionado pela oposição sobre os voos para o Aeroporto Internacional Cesária Évora, no Mindelo, São Vicente, servido por voos internacionais regulares apenas da Transportadora Aérea Portuguesa (TAP).

“Nós falámos com todos os exportadores e importadores de São Vicente que dependem do transporte de mercadoria, mas o problema que se põe, é que não há suficiente volume para garantir voos comerciais”, reconheceu José Gonçalves, citado pela Agência Lusa, acrescentando que a TAP é, hoje, a única companhia que faz voos com regularidade Lisboa – São Vicente. “ Cabo Verde Airlines opera apenas a partir do “hub” da ilha do Sal e esses voos são assegurados com aviões que não têm espaço para nada. Esse é o problema. Nós já interviemos junto da TAP, no sentido de colocar aviões de maior porte, que possam dar vazão a essa necessidade” , ressalta o ministro.

Na sessão desta quarta-feira, o ministro foi visado pela oposição pelo fim dos voos diretos Lisboa - São Vicente que, até à privatização da Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV), em Março último, eram garantidos também pela companhia de bandeira de Cabo Verde.

Recorde.se que o abandono dessa rota foi decidido pela administração da Cabo Verde Airlines, companhia que resultou da privatização da TACV, mas ainda em 2019 o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, chegou a anunciar, no Mindelo, que a companhia voltaria a ter voos diretos de Lisboa para São Vicente.

Ao interpelar o ministro, o deputado do PAICV João do Carmo acusou o Governo de “penalizar a região norte do país com a suspensão do voo direto São Vicente - Lisboa da TACV, prejudicando gravemente os empresários e os cidadãos locais”, conforme escreve a Lusa.

“Apesar das repetidas promessas de retoma desta ligação, pelo primeiro-ministro de Cabo Verde, assistimos mais uma vez, a um claro desinteresse do Governo, relativamente ao desenvolvimento de São Vicente e da região norte”, acusou.

“Não nos surpreenderia se este Governo, nas vésperas das eleições legislativas de 2021, decidisse retomar temporariamente a ligação São Vicente – Lisboa, em mais uma tentativa de enganar os sanvicentinos, e toda a população da região norte do país”, disse ainda o deputado do maior partido da oposição, citado pela Lusa.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project