LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Governo português «aprova» novo embaixador de Angola em Lisboa 25 Abril 2018

O chefe da diplomacia portuguesa disse hoje,24, que a exoneração do embaixador angolano em Lisboa é um ´processo normal´ e anunciou que o Governo português já deu o ‘agrément’ ao sucessor de José Marcos Barrica.

Governo português «aprova» novo embaixador de Angola em Lisboa

«Não me compete a mim, como ministro dos Negócios Estrangeiros, pronunciar-me sobre escolhas soberanas das autoridades angolanas. A única coisa que eu posso dizer é que o Governo português naturalmente já deu o ‘agrément’ ao novo embaixador que representará Angola», afirmou hoje Augusto Santos Silva, quando,segundo a Lusa, questionado pelos jornalistas sobre a decisão, conhecida esta segunda-feira, do Presidente angolano de exonerar o embaixador em Lisboa.

O ministro português acrescentou que ´Angola comunicará o nome desse embaixador e decidirá a data da sua colocação em Lisboa conforme lhe aprouver´.

Santos Silva desvalorizou a decisão do chefe de Estado angolano, negando a existência de qualquer tensão a nível diplomático entre Lisboa e Luanda.

«Significaria se o raciocínio fosse este, quando no ano passado exonerámos o nosso embaixador em Paris e colocámos outro, estaríamos a sinalizar qualquer tensão com a República Francesa. Não faz nenhum sentido», comentou.

Segundo o ministro citado pela Lusa, ´este é o processo normal pelo qual se regulam as relações diplomáticas no que diz respeito às respetivas representações ao nível de embaixada´.

«Cada país soberanamente escolhe quem é o embaixador ou embaixadora que quer colocar onde, o país que recebe tem de dizer que concorda», referiu.

«Nós não hesitamos e costumamos ser muito rápidos na concessão do ‘agrément’ aos embaixadores dos países que nos são mais próximos e foi isso que fizemos em relação ao embaixador de Angola», disse ainda a mesma fonte.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project