CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Governo quer posicionar Sal com centralidade no turismo e nos transportes aéreos – PM 30 Mar�o 2022

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, disse hoje que o Governo quer posicionar Sal com centralidade no turismo e nos transportes aéreos, daí a razão da deslocação do Ministério do Turismo e Transportes para esta ilha.

Governo quer posicionar Sal com centralidade no turismo e nos transportes aéreos – PM

Ulisses Correia e Silva fez essas declarações na cerimónia de inauguração das novas instalações do Ministério do Turismo e Transportes na ilha do Sal, estabelecidas no edifício da Sonangol, nos Espargos.

À semelhança de São Vicente, onde também se instalou o Ministério do Mar, o chefe do Governo explicou que essas decisões traduzem a política de desconcentração e descentralização dos serviços do Estado, tendo em vista procurar tirar maior proveito da vocação de cada ilha e propiciar o “desenvolvimento harmonioso” do País.

Ulisses Correia e Silva aproveitou o momento para também anunciar a instalação, num futuro próximo, do Instituto da Indústria do Turismo e da Aeronáutica Civil na ilha, no quadro da Universidade Técnica do Atlântico.

“São instituições para servir Cabo Verde a partir da ilha do Sal”, explicou, manifestando satisfação pelos sinais de retoma do turismo, e por se ter conseguido posicionar o Sal com um “bom sistema” de segurança sanitária.

“Não só a nível de saúde, mas a nível de confiança de quem nos visita. E o bom combate à covid-19 é reconhecido internacionalmente. Coloca Cabo Verde no leque de países com níveis mais elevados de vacinação”, regozijou-se, enfatizando que dentro deste período o Governo protegeu as empresas, o emprego e o rendimento, com particular incidência no turismo, o sector mais afectado, conforme salientou.

O chefe do Governo concluiu a sua comunicação divulgando outros “investimentos importantes” na ilha, nomeadamente a iluminação e asfaltagem da estrada Palmeira/Espargos/Santa Maria, a requalificação do Pontão e do Porto da Palmeira, que a seu ver, vão “impactar positivamente” a economia da ilha.

Ao usar da palavra, o ministro do Turismo e Transportes, Carlos Santos, disse que hoje “é um dia grande” porque a testemunhar a transferência do ministério que tutela para esta ilha que “muito contribui” para Cabo Verde.

“A abertura deste edifício, desta casa grande, é um momento simbólico para todos os operadores, colaboradores do turismo, num momento em que nós estamos a retomar esse movimento do turismo, sector importante para a economia nacional”, exteriorizou, congratulando-se também por este momento, conforme frisou, coincidir com o lançamento do Programa Operacional do Turismo (POT).

“Um programa ambicioso, estimado em 20 milhões de contos, e que 41 por cento desse valor já está mobilizado, tendo a ilha do Sal uma das principais ilhas para fazer esses investimentos no âmbito do POT”, sublinhou.

E o presidente da Câmara Municipal do Sal, Júlio Lopes, igualmente feliz com a instalação do Ministério do Turismo no Sal, manifestou-se esperançoso, dizendo que após a pandemia e os conflitos que se está a assistir na Ucrânia, Cabo Verde vai conhecer um “longo trajecto” de crescimento e desenvolvimento.

“Que vai impactar diretamente o bem-estar das populações e a qualidade de vida de todos nós”, rematou o autarca, augurando sucessos a este ministério agora inaugurado.

Com a implementação do Ministério do Turismo e Transportes no Sal, a ilha passa a aglomerar os principais serviços conexos aos transportes aéreos e ao turismo, reforçando, assim, a “estratégia e a importância” com que o Governo vem trabalhando o conceito do Hub Aéreo para a ilha. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project