ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Governo traz investidores do Dubai e ministro espera “alto nível de entrega e eficiência” das instituições do País 18 Mar�o 2022

O ministro do Mar rubricou, esta quinta-feira, no Mindelo, um memorandum de entendimento com investidores do Dubai e disse esperar que instituições do País estejam preparadas para “um alto nível de entrega, eficiência e concretização” desses projectos.

Governo traz investidores do Dubai e ministro espera “alto nível de entrega e eficiência” das instituições do País

É que se trata, segundo Abraão Vicente, de investidores que vieram “de longe não para ‘show-off’, mas para trabalhar” e não se trata do anúncio de “um putativo projecto”, pois “não vieram a Cabo Verde pedir aval bancário ou garantia do Estado para investimentos”.

“São investidores com provas dadas, ou seja, um líder mundial na gestão de portos e de um banco com elevada credibilidade internacional”, concretizou Abraão Vicente no acto de assinatura do memorandum com o Internacional Bank Group Holding e o IMGS Group, que, através dos canais normais, a partir de agora, irão “consolidar e concretizar os projectos”.

Na ocasião, Abraão Vicente considerou o momento como o de concretização de uma visão, “que vem de longe”, que é a de transformar São Vicente e Cabo Verde, “através e principalmente”, fazendo uso da sua posição geoestratégica como lugar onde se concretizam negócios.

Ou seja, concretizou, trata-se de do “primeiro grande projecto” que, através da Zona Económica Especial de Marítima – São Vicente (ZEEM-SV), se poderá fazer “nascer/concretizar em Cabo Verde, usando a localização geoestratégica do arquipélago.

“Uma visão não só deste Governo como também, creio, dos pais fundadores deste País, e transformá-lo num activo económico e potencial de transformar o desenvolvimento de Cabo Verde”, concretizou o governante.

Segundo a mesma fonte, o memorandum é o resultado da primeira missão que efectuou ao Dubai e os dois empresários querem concretizar negócios “a uma outra escala e num outro sector”, como de contentorização, transhipment e refinaria de combustíveis, não apenas no Mindelo, como na ZEEM-SV, e caso não seja possível nesta área, em Cabo Verde.

“A partir do nosso mar acredito, sem dúvida, que Cabo Verde pode alcançar outros patamares, através dos nossos portos para, de facto, podermos conectar Cabo Verde ao mundo e colocar o País na rota do desenvolvimento”, sintetizou Abraão Vicente.

O memorando de entendimento hoje rubricado, no Mindelo, terá como consequência, nos próximos meses, a assinatura de uma convenção de estabelecimento por parte dos vários negócios já equacionados.

Todas as iniciativas dos dois investidores vão focar-se na capacitação das actividades portuária do arquipélago, tendo como “objectivo principal” e de “maior relevância” a valorização do destino Cabo Verde como “um hub comercial de excelência” no abastecimento da costa ocidental africana, e de suporte à transacionalidade comercial realizada através do corredor Atlântico.

O Internacional Bank Group é uma holding financeira incorporada no Reino do Bahrain, criada para adquirir e integrar diferentes negócios do grupo em torno de uma plataforma operacional comum.

O IMGS Group, por seu lado, desenvolve a sua actividade com foco no Médio Oriente, África, Sudoeste Asiático e Europa, através de uma plataforma composta por activos regulados e investimentos em infra-estruturas nos sectores de energia, transportes e comunicações.

Os responsáveis dessas duas instituições visitaram ainda o Porto Grande do Mindelo e a zona da Saragaça, prevista como a base de implementação da ZEEM-SV. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project