ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Governo vai investir 24 milhões de contos no programa MAIS nos próximos cinco anos 16 Dezembro 2021

O Governo vai investir 24 milhões de contos, nos próximos cinco anos, no programa Mobilização pela Aceleração da Inclusão Social (MAIS) para “promover a autonomia das famílias e eliminar a pobreza extrema e reduzir a pobreza absoluta”.

Governo vai investir 24 milhões de contos no programa MAIS nos próximos cinco anos

O anúncio foi feito hoje pelo ministro de Estado, da Família, Inclusão e Desenvolvimento Social, Fernando Elísio Freire, durante a sessão de apresentação do programa MAIS, na Cidade da Praia, na presença do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva.

Segundo o governante, trata-se de um programa para mobilizar a sociedade cabo-verdiana, todas as instituições e autoridades no sentido de cumprir esse grande desafio nacional, que é eliminar a pobreza extrema através de um conjunto de medidas direcionadas a um público-alvo específico.

Explicou que o programa é destinado aos mais vulneráveis, ou seja, pessoas ou famílias pertencentes ao Grupo 1 ou Grupo 2 do Cadastro Social Único, deficientes, crianças, adolescentes, emigrantes, jovens sem formação, educação e no desemprego, ex-toxicodependentes, ex-reclusos, idosos, mulheres, raparigas e comunidade LGBTI.

A ideia, segundo o ministro, é focalizar essas políticas para essas pessoas nas áreas do rendimento, educação, saúde, cultura, desporto, habitação, eletricidade, água e com uma política de cuidado.

Na ocasião adiantou que o programa requer um “grande esforço” nacional, daí a necessidade de todos se mobilizarem por esse desígnio nacional. “Para mobilizar esse montante, a estratégia passa pelo Orçamento do Estado, cooperação internacional, mobilização das empresas nas suas responsabilidades sociais e de toda a sociedade cabo-verdiana, há mecanismos muitos ousados e criativos que estão a ser desenvolvidos”, mencionou.

Assegurou que o Governo vai montar toda uma estratégia financeira para materializar esse desiderato, sendo que 8 milhões de contos já estão inscritos no Orçamento do Estado para 2022, “valor significativo graças ao esforço do Governo” nesta área social para dirigir as políticas para as pessoas mais vulneráveis.

“O programa MAIS é uma escada para sair da pobreza extrema e visa tornar os beneficiários menos dependentes do estado, mais autónomos, promover a autonomia e vez da subsidiação, o desenvolvimento económico e transformar as pessoas em que se encontram em situação de pobreza extrema em activos em benefício da nação”, referiu o ministro, que assegurou que o programa já se encontra em curso.

Fernando Elísio Freire disse que o Governo reconhece que por mais que o crescimento económico seja eficaz há sempre pessoas que ficam para trás, e para que ninguém fique para trás é preciso fazer “um esforço, focalizar as políticas”, para que as pessoas “saiam efetivamente da pobreza”.

“Temos que evitar a pobreza genética, ou seja, se o pai é pobre o filho tem que ter condições para tirar a ele e o pai da pobreza. É neste quadro que aposta na educação, formação, para essas é fundamental e é um imperativo ético, dos valores e dos principais, de um cabo-verdiano, de um ser humano que deve ser solidário e não deve deixar ninguém para trás todos têm de usufruir dos níveis de crescimento e desenvolvimento do País”, concluiu.

A sessão de apresentação do programa MAIS contou com a presença da ministra da Justiça, do secretário de Estado da Educação e representantes das organizações internacionais, entre outros. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project