ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Governo vai nomear novo conselho de administração da CVA e iniciar a reestruturação – ministro 01 Julho 2021

O ministro do Turismo e Transportes, Carlos Santos, avançou hoje que o Governo irá “brevemente” nomear o novo conselho da administração da Cabo Verde Airlines (CVA) e iniciar a fase de reestruturação e redimensionamento da companhia.

Governo vai nomear novo conselho de administração da CVA e iniciar a reestruturação – ministro

Segundo a Inforpress, o responsável pela pasta do Turismo e Transportes fez estas afirmações à imprensa, à margem da cerimónia de apresentação pública e lançamento oficial da 64ª Reunião da OMT/CAF e II Edição do Fórum Mundial do Turismo para o Investimento do Turismo em África, prevista para os dias 02 e 03 de Setembro, em Santa Maria, na ilha do Sal.

Conforme lembrou, em Março deste ano, o Governo teve a preocupação juntamente com o parceiro Loftleidir Icelandic de encontrar solução para o reinício e a viabilização da companhia aérea, através da assinatura de um acordo, que consistia num conjunto de cedências de ambas as partes para o cumprimento dos objectivos.

Entretanto, frisou, decorridos 60 dias de assinatura desse acordo e feita a avaliação daquilo que era a obrigação das partes, o Governo entendeu que estaria em risco se continuasse a manter o acordo e a viabilização futura da companhia também estaria em risco, daí a decisão de reverter a privatização dos 51% do capital da Cabo Verde Airlines que está na posse da Icelandic.

“E a partir deste momento, nós queremos retomar as rédeas da companhia, nomear um novo Conselho da Administração e começar uma outra fase que será uma fase de redimensionamento da companhia tendo em conta a realidade do mercado que existe neste momento e a partir daí iniciar um novo processo de privatização”, adiantou.

Carlos Santos realçou, no entanto, que estes passos serão dados paulatinamente de forma a “salvar a companhia aérea”, isto porque, sustentou, o Governo entendeu que a CVA tem “um papel importante” no desenvolvimento do turismo sustentável, diversificado e que beneficie as empresas e famílias cabo-verdianas.

Na semana passada, o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, anunciou a decisão do Governo de reverter a privatização dos 51% do capital da Cabo Verde Airlines que está na posse da Icelandic, com o argumento de que o parceiro estratégico não está a cumprir com as suas responsabilidades.

Na sexta-feira, 25, a ministra da presidência do Conselho de Ministros, Filomena Gonçalves, confirmou que o Governo pediu o arresto do único avião da companhia para servir como garantia para pagar as dívidas da companhia junto de credores e fornecedores.

Na altura, acrescentou ainda que é pelo facto de o Governo ter estado a acompanhar toda a tramitação do processo que chegou à conclusão que, neste momento, o parceiro “não está em condições de respeitar todas as cláusulas contratuais”. conclui a Inforpress.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project