LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Crise na Guiné-Bissau: PAIGC espera de Cabo Verde uma posição “muito clara e sem equívocos” para influenciar outros países sobre a escolha feita pelos guineenses 09 Junho 2019

O líder do Partido Africano de Independência de Guiné e Cabo Verde (PAIGC) disse hoje,08, esperar uma posição “muito clara e sem equívocos” de Cabo Verde que influencie os outros pares sobre a escolha livre feita pelo povo guineense.

Crise na Guiné-Bissau: PAIGC espera de Cabo Verde uma posição “muito clara e sem equívocos” para influenciar outros países sobre a escolha feita pelos guineenses

Essa intenção foi manifestada por Domingos Simões Pereira à saída de uma audiência com o Presidente da República de Cabo Verde, na Cidade da Praia.

Segundo a Inforpress, durante este encontro, de quase uma hora, Domingos Simões Pereira partilhou com Jorge Carlos Fonseca, que é também o presidente em exercício da Comunidade de Países Língua Portuguesa, a actual situação política na Guiné-Bissau, à luz dos últimos acontecimentos.

O responsável referia-se ao aproximar do fim do mandato do Presidente da República, José Mário Vaz, mas sem que haja ainda um Governo formado e sem que sejam fixadas as datas para as próximas eleições presidenciais, tendo ainda em atenção a próxima Cimeira da CEDEAO.

Segundo o líder do partido que venceu as legislativas de Março citado pela Inforpress, sendo Cabo Verde um membro da CEDEAO, o chefe do Estado cabo-
verdiano está bem posicionado para ajudar os países da CEDEAO a compreenderem a coerência do sistema do Governo que existe na Guiné-Bissau e em Cabo Verde.

“Nós esperamos de Cabo Verde uma posição muito clara e uma posição sem equívocos, que possa permitir o respeito por parte dos outros pares por aquilo que é a escolha livre feita pelo povo guineense”, afirmou a mesma fonte.

Domingos Simões Pereira realçou o facto de os dois países terem uma Constituição similar, mas que, contrariamente o que é automático em Cabo Verde e em outra parte do mundo, apenas na Guiné-Bissau é que o Presidente da República questiona se aceita ou não os resultados das eleições.

Diante disto, reafirmou que esperam que todos os países que são membros das organizações a que pertencem à Guiné-Bissau que ajudem a “clarificar, colocando pressão para o respeito da ordem constitucional na Guiné”.

Candidatura presidencial em aberto

Entretanto, Domingos Simões Pereira reafirmou a possibilidade de se candidatar ao cargo do Presidente da República, nas próximas presidências, caso não seja indigitado como Chefe do Governo.

“Agora, se não se for confirmado o posto de primeiro-ministro, eu continuo presidente do maior partido político na Guiné-Bissau e o partido tem a liberdade e o direito de utilizar-me nas competências e latitudes que entender”, reafirmou.

Questionado qual a posição manifestada pelo chefe do Estado de Cabo Verde, Domingos Simões Pereira disse apenas que Jorge Carlos Fonseca lhes ouviu “com muita atenção” e quis tirar a limpo todos os aspectos e compreender de que forma é que pode ajudar.

“Claramente, não há intenção de se ingerir em assuntos internos. Há intenção de se ajudar e nós também respeitamos esse princípio e demos ao Presidente da República a nossa versão dos factos, mas com a melhor objectividade para poder evitar qualquer interpretação errada daquilo que foram as nossas trocas” frisou.

O PAIGC venceu as eleições legislativas de 10 de Março sem maioria, conseguindo eleger 47 deputados, mas fez um acordo de incidência parlamentar com a União para a Mudança, Partido da Nova Democracia e a Assembleia do Povo Unido – Partido Democrático da Guiné-Bissau, que juntos representam 54 dos 102 deputados do parlamento guineense.

Quase três meses, lembra a fonte referida, depois das eleições legislativas, o Presidente guineense, José Mário Vaz, ainda não indigitou o primeiro-ministro, para permitir a formação do governo, alegando um diferendo para a eleição da mesa da Assembleia Nacional Popular (ANP).

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project