LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Guiné-Bissau: PR SISSOCO NOMEIA DEZ NOVOS MEMBROS NO EXECUTIVO DE NUNO GOMES NABIAN 26 Abril 2021

O Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló, sob proposta do Primeiro-ministro, nomeou no final do sábado, 24 de abril 2021, através do decreto presidencial n°29/2021, novos membros do elenco governamental liderado por Nuno Gomes Nabiam, entre os quais, 9 novos ministros e uma nova Secretária de Estado.

Guiné-Bissau: PR SISSOCO NOMEIA DEZ NOVOS MEMBROS NO EXECUTIVO DE NUNO GOMES NABIAN

O decreto da nomeação dos membros do executivo foi antecedido do decreto n°28/2021, que define a orgânica do governo constituída por 20 ministérios e 11 Secretarias de Estado. O executivo de Nabiam, passa a contar agora com quatro novos ministros de Estado, entre os quais: Suzi Carla Barbosa, Ministra de Estado, dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e das Comunidades;

Orlando Mendes Viegas, Ministro de Estado, dos Recursos Naturais e Energia; Botche Candé,Ministro de Estado, do Interior e da Ordem Pública e Marciano Silva Barbeiro, Ministro de Estado, da Agricultura e Desenvolvimento Rural.

Nomeados e exonerados

As mudanças, segundo o Decreto 27/2021 de Exonerações e Decreto n°29/2021 de nomeações, são as seguintes:

Jorge Malú (Ministro dos Recursos Naturais) deu lugar a Orlando Vieigas, ambos do mesmo partido (PRS).

Jorge Mandinga (Ministros dos Transportes e Comunicações) foi substituído por Augusto Gomes que ocupava a pasta de Secretaria de Estado da Cooperação Internacional. Ambos do mesmo partido (APU-PDGB) ;

Abel da Silva (Ministro de Agricultura e Desenvolvimento Rural) foi substituído por Marciano Silva Barbeiro. Ambos dirigentes do MADEM-G15.

António Artur Sanhá (Ministro do Comércio e Indústria), substituído por Tcherno Djaló. Ambos do PRS.

Arcenio Abdulai Jibrilo Baldé (Ministro da Educação Nacional e Ensino Superior), substituído por Cirilo Mamasaliu Djaló, do Partido da Nova Democracia (PND).

António Deuna (Ministro da Saúde Pública) foi substituído pelo cirurgião, Dionísio Cumba que dirigia o Instituto Nacional da Saúde (INASA) e coordenava o Centro de Operações de Emergências em Saúde (COES). Dionísio Cumba é do Partido da Renovação Social (PRS).

Maria Celina Tavares (Ministra da Função Pública, Trabalho, Emprego e Segurança Social), de APU-PDGB, substituído por Tumane Baldé, atual membro da Direção do Alto Comissariado para Covid-19, dirigente do PRS.

Dara Yourgan da Fonseca Ramos (Secretária de Estado das Comunidades), substituída por Salumé Santos Allouche, ambas do MADEM-G15;

Nhima Sissé (Secretária de Estado do Turismo e Artesanato), deu lugar a Fernando Vaz, agora Ministro do Turismo e Artesanato e Porta-voz do Governo;

Conco Turé (Secretário de Estado da Comunicação Social), deu lugar a Fernando Mendonça (Ministro da Comunicação Social) que ocupava a pasta de Ministério da Justiça, que passa ser ocupado por Iaia Djaló, líder do PND.

Falta nomear o titular da pasta de Secretaria de Estado da Cooperação Internacional.

C/O Democrata

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project