LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Gulbenkian dá prémio a IPCC e IPBES na linha da frente de combate climático 15 Outubro 2022

O ’Prémio Gulbenkian para a Humanidade’ foi atribuído ex aequo ao IPCC-Grupo Intergovernamental de Peritos sobre Alterações Climáticas e ao IPBES-Grupo Intergovernamental de Ciência Política sobre Biodiversidade e Serviços de Ecossistemas, duas organizações que promovem o conhecimento científico sobre as alterações climáticas e a biodiversidade. Um "combate essencial à sobrevivência", afirmou Angela Merkel.

Gulbenkian dá prémio  a IPCC e IPBES na linha da frente de combate climático

Esta é a terceira vez que o Prémio Gulbenkian galardoa pessoas ou organizações ligadas ao combate à crise climática. Angela Merkel, presidente do júri, disse em Lisboa que os sinais ligados às alterações climáticas "se têm tornado cada vez mais dramáticos".

O IPBES e o IPCC, selecionados de um grupo inicial de 116 nomeações de 41 nacionalidades, juntam-se a Greta Thunberg, em 2020, e, em 2021, ao PACE-Pacto de Autarcas para o Clima e a Energia, a maior aliança global para a liderança climática das cidades, constituída por mais de 10 600 cidades e governos locais de 140 países, incluindo Portugal.

A vencedora da primeira edição do Prémio Gulbenkian para a Humanidade anunciou a entrega de metade do montante de um milhão de euros a projetos de combate à crise climática e ecológica, particularmente a sul do globo, por forma a ajudar os que enfrentam os piores impactos da crise climática.

Na segunda edição, o prémio entregue ao PACE foi destinado ao financiamento de projetos em cinco cidades no Senegal (fornecimento de água potável) e numa cidade nos Camarões (desenvolvimento de soluções de eficiência energética), escolhidas por acordo entre a fundação e a entidade premiada.

Fontes: gulbenkian.pt/dn.pt. Relacionado: Portugal: ’Prémio Gulbenkian da Humanidade’ distingue Greta T. que doa metade a 10 ONGs, 17.dez.2020; Portugal oferece emprego a Angela Merkel, 03.jul.022. Fotos (Lusa): Os presidentes do IPCC, o sul-coreano Hoesung Lee, e do IPBES, Anne Larigauderie (ao centro). A presidente do prémio, a ex-chancelerina Angela Merkel (à d.ta).

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project