Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Hélio Sanches aceita o veredicto do povo e felicita José Maria Neves 18 Outubro 2021

O candidato presidencial Hélio Sanches disse hoje (17/10) aceitar “democraticamente o veredicto do povo”, que elegeu José Maria Neves como Presidente da República, e disse esperar que venha a ser um Chefe de Estado de todos os cabo-verdianos.

Hélio Sanches aceita o veredicto do povo e felicita José Maria Neves

De acordo com os primeiros dados provisórios das eleições presidenciais de hoje, Hélio Sanches ficou no quinto lugar, com 2.102 dos votos, equivalente a 1,2%.

Acompanhado da sua esposa, do mandatário nacional, da juventude, das mulheres e do director de campanha, Hélio Sanches começou por felicitar José Maria Neves como o quarto candidato eleito democraticamente em Cabo Verde.

“Em primeiro lugar, gostaria de felicitar o candidato que, ao que tudo indica venceu as eleições na primeira volta, José Maria Neves, esperando que ele efectivamente venha a ser o Presidente da República de todos os cabo-verdianos”, apontou, afirmando que em “democracia é o povo que ordena e é o povo que decide”.

Hélio Sanches admitiu que os resultados não correspondem às espectativas da sua candidatura, indicando que o maior adversário foi a abstenção.

“Infelizmente, a maior parte dos cabo-verdianos não votou e em democracia é o povo que decide, e nós aceitamos democraticamente os resultados”, mencionou Hélio Sanches.

“Queremos neste momento agradecer a meu mandatário nacional, e aos outros mandatários, aos membros do movimento de apoio à candidatura de Hélio Sanches, que tudo fizeram para com que nos pudéssemos ganhar essas eleições”, sublinhou.

Felicitou ao povo cabo-verdiano pela forma ordeira como se dirigiu às urnas e pela forma democraticamente como fizeram a sua escolha, agradecimento também a todos aqueles que votaram na candidatura de “novos tempos novos líderes” e a todos os outros que não votarem em si.

Disse não estar surpreso com os resultados, sendo que estava ciente de que a abstenção seria o maior adversário, destacando que isso demonstra, porém, que o povo cabo-verdiano tem um grande descrédito em relação aos políticos e não acreditam neles.

“Caberá aos políticos, às autoridades fazer a análise desta situação que conduziu a uma grande abstenção”, indicou.
Hélio Sanches garantiu que vai continuar na vida política e almeja transformar o movimento de apoio à sua candidatura uma fundação, sendo que dispõe de uma estrutura a nível nacional e na diáspora.

“Nós vamos continuar na vida política activa, sendo que a maior parte dos membros são jovens, mulheres que fazem a política como uma missão e amor a Cabo Verde, e a partir de amanhã estarei no meu escritório para retomar a minha actividade profissional como advogado”, avançou.

Para concluir disse esperar que José Maria Neves venha a ser o presidente de todos os cabo-verdiano e que se cumpra com todos os compromissos assumidos com o povo.

O ex-primeiro-ministro, José Maria Neves, é o novo Presidente da República de Cabo Verde, eleito à primeira volta, com 51,5% dos votos, nas sétimas eleições presidenciais realizadas hoje, de acordo com os dados provisórios.

Às eleições presidenciais concorreram sete candidatos: Fernando Delgado, Gilson Alves, José Maria Neves, Carlos Veiga, Hélio Sanches, Casimiro de Pina e Joaquim Monteiro. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project