MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Hospital detém mãe e quadrigémeos por causa de fatura de 22 mil contos 11 Mar�o 2021

Mãe e quadrigémeos, dois meninos e duas meninas nascidos de cesariana em 1 de fevereiro, estão impedidos de deixar o hospital enquanto a fatura não for paga. O pai entregou mais de meio milhão de xelins, cinco mil contos, mas o hospital insiste que a fatura atinge também mais do quádruplo, 2,8 milhões SHK, 22 mil contos.

Hospital detém mãe e quadrigémeos por causa de fatura de 22 mil contos

Segundo o relato que o pai das crianças fez ao Star de Nairóbi, a esposa Virginia Adhiambo, 26 anos, após a cesariana teve complicações que levaram ao seu internamento na UCI-Unidade de Cuidados Intensivos. Entretanto os bebés estiveram na incubadora nos primeiros dias.

Segundo Charles Ndonye, a esposa e os filhos estão "presos no Nairobi South Hospital, porque não po[de] pagar mais". A seguradora só cobre 200 mil SHK, menos de metade do meio milhão que Ndonye pagou.

A escolha desse hospital, da capital, Nairóbi, quinhentos quilómetros distante da sua casa em Mombasa, acabou por resultar num problema que o industrioso Ndonye não consegue resolver.

Industrial que fabrica equipamentos para a confeção de pastelaria na segunda maior cidade do país, Mombasa, Ndonye queixa-se que a Covid — no Quénia desde março de 2020— lhe afetou o negócio.


Mal-estar nos hospitais diante da Covid

A recente morte dum jovem médico está a ser tratada como símbolo da deterioração do sistema de saúde público no país do Índico. O falecido tinha pouco antes expressado preocupação com a falta de equipamento de proteção contra a Covid-19.

Foi em 13 de março do ano passado que o Quénia foi o 13º país africano a confirmar o seu primeiro caso de coronavírus: uma cidadã queniana que regressou a Nairobi, proveniente dos Estados Unidos da América com escala em Londres, em 05 de março. Hoje o país de mais de 50 milhões de habitantes regista 110.356 casos confirmados e 1.898 óbitos.

A deterioração do sistema de saúde público tem sido gritante, dado o escândalo dos salários dos decisores políticos. Recorde-se que, em dezembro transato, saltou para a web-esfera o caso dos "deputados mais bem pagos do mundo" (Justiça condena 416 dos deputados mais bem pagos do mundo a devolver extras, 11.de.020).

Mombaça: o mundo é bem redondo

A cidade do Índico (Mombasa em inglês e suaíli) é a quarta escala que Vasco da Gama fez depois de deixar Cabo Verde na "descoberta da rota marítima para a Índia" em 1498.

A cidade fundada por mercadores árabes no século nono tornou-se a sétima escala na navegação entre Lisboa e Goa. Nos fins do século XVI, os portugueses diante dos ataques de corsários decidiram ocupar o terrritório e construíram a ’Fortaleza de Jesus de Mombaça’ em 1590, na década qe se seguiu à inauguração da ’Fortaleza de São Filipe’, na Cidade Velha.

Fontes: Star.ke/Ghana Observer. Fotos: Viginia e quadrigémeos detidos na maternidadae com uma conta enorme. A Covid-19 arruinou o negócio de muitas das famílias endinheiradas do Quénia que até há pouco podiam escolher entre mais de uma dezena de maternidades privadas na capital, que têm tudo o que falta nas maternidades públicas.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project