Cultura

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

IPC/Óbito: Falecimento de Moacyr Rodrigues representa “grande perda” para a cultura cabo-verdiana – 23 Dezembro 2020

O Instituto do Património Cultural (IPC) disse hoje que o desaparecimento físico de Moacyr Rodrigues representa uma “grande perda” para a cultura cabo-verdiana, da qual ele foi um “exímio defensor e impulsionador”.

IPC/Óbito: Falecimento de Moacyr Rodrigues representa “grande perda” para a cultura cabo-verdiana –

Na sua nota de pesar,conforme escreve à Inforpress, o IPC expressou as suas sentidas condolências à família enlutada e à noção global, neste momento de dor e pesar, pelo falecimento do seu ex. colaborador, escritor, filólogo e etnomusicólogo, Moacyr Rodrigues.

“O desaparecimento físico de Moacyr Rodrigues representa uma grande perda para a cultura cabo-verdiana da qual foi um exímio defensor e impulsionador, tendo prestado ao longo da sua vida activa um contributo fenomenal em várias áreas, sobretudo, no que tange à investigação, promoção, divulgação da morna hoje património imaterial da humanidade”, destacou.

Neste momento em que Cabo Verde perde um dos seus ícones, o IPC relembra a sua “prestigiosa colaboração” no processo de candidatura da morna, género que foi objecto da sua última produção literária.

O antropólogo, investigador e escritor Moacyr Rodrigues faleceu hoje aos 87 anos na sua ilha natal, São Vicente.

O escritor, filólogo e antropólogo Moacyr Rodrigues foi um estudioso da morna e um dos grandes apoiantes da sua elevação a Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Também durante a sua vida debruçou-se sobre a história do Carnaval cabo-verdiano, especialmente o de São Vicente.

Recorda-se, que o funeral de Moacyr Rodrigues está previsto para as 16:00 na cidade do Mindelo, ilha de São Vicente.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project