BREVES NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

ISCEE retoma as aulas à distância para o curso de Doutoramento em Turismo 09 Julho 2020

O Instituto Superior de Ciências Económicas e Empresariais (ISCEE), com sede na Praia, retoma as aulas à distância para o curso de Doutoramento em Turismo É que, com a propagação da pandemia do Covid-19, ficaram suspensas as atividades letivas dos cursos de doutoramento em Turismo e em Ciências Empresariais ministrados pelo Instituto Superior de Ciências Económicas e Empresariais de Cabo Verde, em parceria com a Universidade do Algarve, em Portugal.

ISCEE retoma as aulas à distância para o curso de Doutoramento em Turismo

Como forma de dar continuidade aos cursos, o ISCEE optou-se pela retoma das aulas à distância, recorrendo às novas tecnologias, desde o dia 01 do corrente, perspetivando-se a retoma das aulas presenciais para breve, nos polos da Praia e do Mindelo.

Recorde-se que os doutoramentos têm como objetivo reforçar as competências técnicas dos profissionais, em particular do turismo, nas suas diversas dimensões, bem como impulsionar a investigação e a produção de conhecimento nesse setor, como sendo um dos pilares da economia cabo-verdiana.

Conforme o comunicado enviado ao Asemanaonline, este foi um marco importante alcançado pelo Projeto Raízes, em resultado dos esforços desenvolvidos pelo ISCEE e pela Universidade do Algarve, que, em conjunto com a Associação de Defesa do Património de Mértola (ADPM), tornaram possível a abertura dos primeiros Cursos de Doutoramento em Turismo e em Ciências Empresariais em Cabo Verde.

Os Doutoramentos contam ainda com o apoio do Governo cabo-verdiano, através do Fundo de Turismo para a Sustentabilidade Social do Ministério do Turismo e Transportes de Cabo Verde.

O projeto Raízes é promovido pela ADPM, em parceira com a associações 14 MAIS, ADIRP e Dragoeiro, Câmaras Municipais de Paul e Porto Novo e ISCEE, contanto ainda como parceiros associados o CNAD, IEFP, Ministério de Agricultura e Ambiente, Áreas Protegidas de Santo Antão, Ministério da Economia e Universidade do Algarve. “O Projeto Raízes” é cofinanciado pela União Europeia e Instituto Camões.

Sobre a ADPM

A Associação de Defesa do Património de Mértola (ADPM) é uma Organização Não Governamental (ONG) sediada em Mértola (Portugal). Foi constituída em 1980, desenvolvendo desde então, uma estratégia de atuação centrada na capacitação das populações com quem trabalha e na promoção dos recursos endógenos. Tem desempenhado um papel fulcral na promoção dos recursos naturais do concelho de Mértola, atuando paralelamente em diversas áreas de intervenção, designadamente Ambiente, Educação, Formação e Emprego, Intervenção Social, Cooperação Transnacional e Desenvolvimento Local e Regional.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project