CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ilha do Sal: Banco de Sangue perde doadores, mas garante ainda ‘stock’ adequado – responsável 14 Junho 2021

O Banco de Sangue do Hospital Regional Ramiro Alves Figueira, na ilha do Sal, perdeu alguns doadores por causa da pandemia da covid-19, mas garante ainda um ‘stock’ adequado, informou hoje a directora do hospital, Cláudia Silva

Ilha do Sal: Banco de Sangue perde doadores, mas garante ainda ‘stock’ adequado – responsável

Segundo escreve a Inforpress, Cláudia Silva fez essas declarações sobre a situação do banco de Sangue local, no âmbito da celebração do Dia Mundial do Doador de Sangue, assinalado esta segunda-feira, 14.

Reiterando que o centro mantém ainda reservas de praticamente todos os tipos sanguíneos, a responsável lamenta, entretanto, o facto, de o Banco de Sangue na ilha ter perdido alguns doadores, que por causa da pandemia, muitos deles tiveram que sair do Sal, regressando para a sua ilha.

“Estamos com um ‘stock’ adequado, só que perdemos muito doadores que tiveram que regressar para a sua ilha de origem, dada à situação de desemprego provocada pela pandemia”, explicou a médica, assegurando que se está, no entanto, a trabalhar na sensibilização das pessoas sobre a dádiva do sangue por forma a conquistar outros e mais doadores para colmatar a quebra, e o banco de sangue não venha a ter ruptura nas reservas.

“Neste momento estamos a tentar alcançar mais pessoas, para que possamos manter o ‘stock’ de sangue adequado. Estamos com uma reserva que nos permite alguma tranquilidade, mas é sempre bom ter o banco cheio, para qualquer eventualidade ter o sangue aqui disponível, já analisado com toda a segurança, e auxiliar aos que dele precisarem”, apontou.

“Todos os grupos são bem-vindos e fazem diferença. Doar sangue salva vidas, é por si só um acto de extrema solidariedade e amor pelo próximo”, frisou, agradecendo os doadores que continuam a ajudar “o coração do mundo a pulsar”.

Segundo informações, uma pessoa adulta tem, em média, cinco litros de sangue em seu organismo. Em cada doação, podem ser colectados entre 420ml e 470ml de sangue, além de 25ml a 30ml para os exames laboratoriais.

Perante a pergunta: doar sangue é seguro? A mesma fonte indica que sim, que é seguro, e que não existe “nenhum risco” de contrair uma doença infecciosa doando sangue.

“Doar sangue faz bem. A doação, além de salvar vidas, promove uma série de benefícios à saúde do doador, que vão desde a redução de risco de doenças cardíacas até a prevenção de alguns tipos de câncer”, lê-se no mesmo documento.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project