POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ilha do Sal: Presidente da JPAI desafia Governo a encontrar soluções para problemática da habitação 16 Outubro 2019

O presidente da Juventude do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (JPAI) desafia o Governo a encontrar soluções “criativas e multifacetadas” para a problemática da habitação, devendo a matéria ser colocada “como prioridade” das políticas públicas.

Ilha do Sal: Presidente da JPAI desafia Governo a encontrar soluções para problemática da habitação

Fidel Cardoso de Pina manifestou esta preocupação hoje, na ilha do Sal, durante uma conferência de imprensa para falar sobre o impacto do crédito para a habitação no regime geral, bonificado e jovem bonificado.

“É necessário que tanto o poder local como o Governo assumam que é urgente que sejam encontradas soluções criativas e multifacetadas, colocando a problemática da habitação como prioridade das políticas públicas, sob pena de pagarmos facturas pesadas num futuro próximo”, reiterou.

Segundo o responsável, os baixos salários praticados no turismo, os preços altos, a falta de transportes públicos, os elevados custos de habitação, de vida em geral, do acesso à saúde são problemas que “reclamam atenção urgente”.

“Não se pode continuar apenas a fazer anúncios de projectos e programas, de linhas de crédito e de bonificações que nunca mais se concretizam ou não servem para os jovens”, sublinhou, observando que a maioria dos jovens diz não poder aceder a esses benefícios porque trabalham com contratos a prazo, ou estão a trabalhar como estagiários e a receber subsídios e não salários.

“E, mesmo quando o salário mensal permite aceder ao crédito bancário, o facto de não dispor de um contrato de trabalho por tempo indeterminado, não podem ser contemplados”, analisou, aguçando que “milhares de casas” construídas no âmbito do Programa Casa para Todos, continuam fechadas e a degradarem a cada dia.

“O Governo do Dr. Ulisses Correia e Silva diz que tem outras soluções que faz diferente, mas os resultados tardam a aparecer”, ironizou.

“Não basta bonificar o crédito, é preciso que as famílias de baixo rendimento e os jovens tenham condições de acesso ao crédito e que haja no mercado, habitações a preços que os jovens e as famílias possam adquirir”, enfatizou.

Nesta medida, o líder da JPAI volta a desafiar o Governo, através do vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia a apresentar ao país o impacto social e económico e os efeitos no deficit habitacional da medida de bonificação do crédito à habitação.

“Queremos saber quantos jovens e quantas famílias verdadeiramente necessitadas no país já acederam ao crédito para habitação no regime geral bonificado e jovem bonificado”, disse, frisando que a JPAI vai continuar a auscultar, dialogar, a sensibilizar e a pressionar no sentido de se atender às “reivindicações justas” dos jovens e dos mais desprotegidos da sociedade. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project