REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Incidência acumulada em Cabo Verde sobe para 214 casos por 100 mil habitantes 06 Setembro 2021

A taxa de incidência acumulada de covid-19 em Cabo Verde subiu nos últimos 14 dias de 124 para 214 casos por 100 mil habitantes e o Rt aumentou para 1,23, anunciou hoje o diretor nacional de Saúde.

Covid-19: Incidência acumulada em Cabo Verde sobe para 214 casos por 100 mil habitantes

"Indicando que nós temos a transmissão comunitária de forma sustentada a nível nacional e por isso as medidas de prevenção devem continuar a ser observadas, de forma a evitar que a situação de descontrole muito mais", afirmou, segundo a Lusa, Jorge Noel Barreto, durante o balanço semanal da evolução da pandemia em Cabo Verde, realizado hoje, na Praia.

Acrescentou que os casos de covid-19 - 36.012 desde março de 2020 - "continuam a aumentar" em Cabo Verde desde o início de agosto, período que coincide (desde o início do mês) com o levantamento da maioria das restrições no arquipélago face ao processo de vacinação, crescimento que o diretor nacional de Saúde explica "sobretudo devido a pessoas que ainda não estão vacinadas".

Em concreto, apontou que desde agosto analisaram 1.800 novos casos de covid-19, dos quais 1.440 não estavam vacinadas: "Demonstra que a vacinação traz benefícios e protege bem as pessoas".

No período crítico da pandemia no arquipélago, Cabo Verde registou uma taxa de incidência acumulada de covid-19 a 14 dias (um indicador utilizado internacionalmente) de 727 casos por cada 100 mil habitantes, de 26 de abril a 09 de maio, mas que foi caindo até ao início de agosto.

Segundo a mesma fonte, o responsável adiantou que nos últimos 14 dias, período de 23 de agosto a 05 de setembro, Cabo Verde analisou 19.119 amostras, que comprovaram 1.208 casos novos de covid-19, correspondendo a uma taxa de positividade de 6,3%.

No período anterior, de 09 a 22 de agosto, foram analisadas 19.093 amostras, que identificaram 700 novos casos de covid-19, correspondendo a uma taxa de positividade de 3,7%.

"É possível verificar que houve uma piora da situação epidemiológica", reconheceu, acrescentando que o índice de transmissibilidade (Rt) subiu para 1,23.

Refere a Lusa que o diretor nacional de Saúde acrescentou que estão internadas nas unidades de saúde de Cabo Verde 31 pessoas com covid-19, correspondendo a uma taxa de ocupação de 34% das camas disponíveis para o efeito.

"Os casos estão a aumentar, temos estado a ter mais pessoas internadas, como era de se esperar. Lembrar que as medidas de prevenção ainda estão válidas", admitiu, apelando ao evitar de aglomerados ou ajuntamentos, como "festas ou outras atividades lúdicas" que levam a uma "baixa no cumprimento das medidas".

No balanço feito hoje, a Direção Nacional de Saúde contabilizou três óbitos por complicações associadas à covid-19 no arquipélago em setembro, até ao momento, 15 em agosto e 17 em julho, quando em junho foram 22 e em maio 45.

De acordo com os números apresentados hoje, até ao momento já foram vacinados com pelo menos uma dose das vacinas contra a covid-19 disponíveis no arquipélago 71,5% da população adulta e 21,8% tem a vacinação completa.

"Até final de outubro prevemos ter 70% da população adulta completamente vacinada", apontou Jorge Noel Barreto.

O responsável anunciou ainda que Cabo Verde recebeu na sexta-feira uma nova doação de vacinas contra a covid-19, 150 mil doses da AstraZeneka, cedidas pelo Governo da Eslovénia.

O Governo cabo-verdiano definiu a meta de vacinar este ano pelo menos 70% da população adulta do arquipélago, conclui a Lusa.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project