ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Independência/47 anos: MpD realça “contexto adverso” e pede trabalho conjunto para superar as dificuldades 05 Julho 2022

O presidente do grupo parlamentar do Movimento para a Democracia (MpD), João Gomes, realçou o contexto adverso em que Cabo Verde celebra mais um aniversário de independência nacional e pediu um trabalho conjunto para superar as dificuldades.

Independência/47 anos: MpD realça “contexto adverso” e pede trabalho conjunto para superar as dificuldades

Ao discursar na sessão solene comemorativa da Assembleia Nacional para assinalar o dos 47 anos da Independência Nacional de Cabo Verde, João Gomes disse que os cabo-verdianos estão a comemorar mais um aniversário da independência num contexto nunca antes vivenciado, revelou a Inforpress.

“A conjugação impiedosa de anos sucessivos de seca, da pandemia da covid-19 e, actualmente, da guerra na Ucrânia teve e tem um impacto enorme sobre o país, sobre a sua economia e sobre as famílias”, afirmou.

“O aumento de preços de produtos energéticos e bens alimentares, decorrentes de alterações de vários factores, dos quais se destacam a guerra na Europa, tem causado enormes dificuldades às economias em todo o mundo, originando altas taxas de inflação, comprometendo, em razão disso, o crescimento económico, o rendimento das famílias e a coesão social”, acrescentou.

Segundo a mesma fonte, o representante do partido que sustenta o Governo salientou que o impacto desta tripla crise é significativo, com tendência para se agravar, se as crises se mantiverem ou se prolongarem por mais tempo.

“Estamos, inequivocamente, num momento de crise. E para situações excepcionais são necessárias soluções excepcionais”, disse adiantando que o Governo tem implementado medidas de mitigação e de protecção contendo os impactos negativos da crise nas famílias e nas empresas, mas exercem uma pressão muito forte sobre os parcos recursos do Estado.

“Este é um momento de especial responsabilidade. O país reclama de todos nós, sentido de responsabilidade e espírito de compromisso. A situação exige que priorizemos o essencial em vez de investirmos no trivial e marginal”, exortou.

João Gomes sublinhou que este é momento que todos devem juntar-se para trabalhar em conjunto na busca de caminhos e soluções para superar as dificuldades desta difícil conjuntura.

“A nossa vontade e disponibilidade fica aqui expressa, conscientes de que é este o desejo dos cabo-verdianos, e que é este o sentido de responsabilidade que o país reclama de nós. O desafio está lançado, exactamente, no dia em que comemoramos mais um aniversário da nossa independência, renovando o nosso compromisso de tudo fazer para edificar um Cabo Verde próspero e desenvolvido”, disse João Gomes.

Conforme ainda a Inforpress, o líder da bancada do MpD considera, por outro lado, que a nação cabo-verdiana tem um percurso de resiliência e desafios a vencer, e fala de forma particular da erradicação da pobreza extrema e redução da pobreza absoluta.

Combater o desemprego e particularmente o desemprego jovem e vencer a dependência dos combustíveis fósseis através de mais energia renovável, vencer o desafio da viabilização de uma agricultura inteligente e resiliência do sector agrário são, para já, os desafios prementes a vencidos, na perspectiva do deputado.

Falou igualmente da melhoria da coesão territorial e da redução das assimetrias regionais, da diversificação da economia aproveitando as potencialidades da economia azul e da economia digital.

“São desafios que temos que vencer”, realçou segundo a mesma fonte.

Além de João Gomes discursaram na sessão solene comemorativa António Monteiro, deputado da UCID, o líder da bancada do PAICV, João Baptista Pereira, o presidente da Assembleia Nacional, Austelino Correia, e o Presidente da República, José Maria Neves.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project