INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Índia: 215 mil óbitos, em desespero há cremações em parques públicos 02 Maio 2021

O sistema de Saúde da Índia revelou as suas fragilidades: não consegue responder ao surto do novo coronavírus. A fúria cresce à medida que aumentam os casos e os doentes estão por sua conta. Povoada por mais de 1,3 mil milhões de pessoas, a Índia é também o segundo país com mais casos de infeção pelo coronavírus (19.549.656). Em número de óbitos o segundo mais populoso país do globo já bateu todos os recordes diários, do que resulta a solução desesperada que é a cremação em parques públicos — sem observar os rituais ancestrais.

Índia: 215 mil óbitos, em desespero há cremações em parques públicos

A capital Nova Delhi é a mais atingida pela variante B.1.617. A primeira indicação sobre esta variante, alegadamente derivada da britânica, foi dada em 05 de outubro transato.

Mas só em março começou a sua propagação e hoje em Delhi atinge mais de 50 por cento das novas infeções.

Segundo a OMS, "a B.1.617 presente já em todos os continentes" foi em abril identificada como derivada de quinze mutações de aminoácidos.

A OMS indicou na sexta-feira, 30 que a variante indiana "está presente em pelo menos 17 países". Entre eles, os Estados Unidos, Canadá, Austrália, Bélgica, Suiça, Grécia e Itália. A maior parte dos casos chegam da Índia, Reino Unido, Estados Unidos e Singapura.


Atraso em perceber gravidade?

Está a ser apontada a despreocupação das autoridades políticas e médicas que em junho recusavam ver a gravidade da situação da Covid-19 na Índia.

Por exemplo em junho era denunciada a perseguição a um médico que exigia material de proteção: Covid-19 na Índia: Médico que alertou sobre falhas de máscaras e proteção internado em manicómio — "Ele não é doente mental", diz a mãe, 20.jun.020.
— -
Fontes: Times of India/Hindustani Times/Le Monde/BBC/Reuters.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project