REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Índia: Magistrado condena consumidor e defende bovinos como ’património nacional’ 28 Novembro 2021

O julgamento no Supremo tribunal de Allahabad, no Estado de Uttar Pradesh, esta quinta-feira, dum cidadão acusado de matar uma vaca incluiu argumentos como "os cientistas consideram que os bovinos são os únicos animais que inalam e exalam oxigénio" ou, ainda, "o parlamento tem de declarar a vaca o animal nacional da Índia".

Índia: Magistrado condena consumidor e defende bovinos como ’património nacional’

O acórdão do magistrado Shekhar Kumar Yadav estende-se por doze páginas, nas quais o juiz do Supremo justifica a prisão do acusado, sem direito a fiança pois "o direito à vida é um direito fundamental enquanto o direito de consumir carne nunca pode ser um direito fundamental".

No longo argumentário escrito em hindi, são descritas as supostas qualidades extraordinárias do animal bovino, as quais vão para lá do sistema respiratório (Factos, infra) e incluem extraordinárias propriedades medicinais atribuídas ao leite e outros componentes do animal.

Também o fator económico é exaltado, com citações do filósofo e reformador social Dayanand Saraswati (1930-2015), o fundador da Arya Samaj: "cada vaca com o seu leite alimenta 400 humanos, mas a sua carne só alimenta cinco".

O Hindustani Times na sua edição de sexta-feira, 3 destaca que esta defesa do animal bovino é comparável à defesa que o ministro do Estado vizinho de Uttarakhand, Trivendra Singh Rawat, fez em 2019 associando os bovinos à luta pela preservação do ambiente pois que "é o único animal que ao respirar produz ao mesmo tempo oxigénio, sem exalar dióxido de carbono".

Factos: Como em todo o ser vivo, dizem os cientistas, "o sistema respiratório bovino "funciona do mesmo modo": "recebe oxigénio e descarrega dióxido de carbono, com o objetivo de de satisfazer as necessidades de energia".

Fontes: Times of India /Hindustani Times. Foto: A tese defendida neste início de setembro na Índia está na mesma linha da defesa do ambiente, na pauta da IUCN-União Internacional para a Conservação da Natureza, reunida em Marselha (Cabo Verde está representado pela ADAD) de 3 a 11.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project