INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Índia: Modi retira autonomia e isola Caxemira — "Povo ainda não sabe, só quando comunicações forem restabelecidas" 10 Agosto 2019

Ao quinto dia da súbita intervenção da União Indiana em Caxemira/Kashmir, esta região na fronteira com o Paquistão continua bloqueada por dezenas de milhares de soldados indianos enviados expressamente, os telefones e a internet foram cortados, os transportes estão parados, o comércio paralisou.

Índia: Modi retira autonomia e isola Caxemira —

A retirada do estatuto especial, com a revogação do artigo 370º da Constituição concedido há setenta anos, apanhou a região autónoma de surpresa. A controversa medida foi no dia 5 aprovada pelos partidos da situação e da oposição no parlamento indiano.

"Unilateral", "antidemocrática" para os partidários da autonomia de Caxemira, é no entanto aplaudida nas ruas de Nova Delhi, onde manifestantes saíram à rua a saudar a medida que é justificada "por motivos de segurança" na região.

A imprensa indiana está a ser acusada de parcial, pelos media internacionais, por estar "claramente a favorecer a posição oficial da Índia", segundo notam o Le Monde, o Deutsche Welle.

ONU, “máxima contenção”

A mediação da ONU em 1949 pôs fim ao conflito que lavrava havia dois anos e a região Jammu-Caxemira ficou dividida entre a Índia e o Paquistão. Ambas reivindicavam o antigo principado independente sob os britânicos, desde a independência do Paquistão, no ano seguinte à independência da Índia-protetorado britânico.

Mas em 1973 as Nações Unidas medeiam novo conflito, como lembrou esta quinta-feira, 8, o secretário-geral, António Guterres, que expressa preocupação com o “excesso de relatos sobre restrições” no lado indiano, como se lê no site da ONU.

Guterres disse que acompanha com preocupação a situação nas áreas de Jammu e Caxemira e pediu “máxima contenção” na região cuja administração é reivindicada pela Índia e pelo Paquistão.

Desde domingo, a Caxemira vive um bloqueio na sequência da revogação do estatuto de autonomia pela Índia.

Desespero dos caxemirenses da diáspora

Muitos expatriados que tinham viagem marcada para o Eid, a festa da independência, celebrada a 15 deste mês, não esconderam a sua frustração, tristeza, desespero, que expressaram através dos social media.

Caxemirenses ouvidos pelo Washington Post e BBC, respetivamente em Washington e Londres, expressaram-se: "As comunicações estão bloqueadas", "só ouvimos dizer que estão todos bem, mas ainda não se sabe quando é que vamos conseguir falar por internet ou telefone".

Sem comunicações, os residentes na região ainda desconhecem a extensão do problema, referem peritos ouvidos na imprensa internacional.

O "povo ainda não sabe, só quando comunicações forem restabelecidas".

Fontes: Referidas. Relacionado: China rival da Índia medeia conflito com Paquistão, 5.mar.2019; Índia: Ataque suicida em Caxemira mata mais de 40, PM Modi anuncia 18/2 morte de 2 chefes secessionistas, 19.fev.2019.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project