REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

’Infame influencer’ Andrew Tate com e-tornozeleira troça dos miúdos fãs do ’Homem Formiga’ — 1 em 4 seguidores alinha com masculinidade tóxica 24 Maio 2023

Esta terça-feira a imprensa destaca dois factos em relação com Andrew Tate que a Justiça da Roménia enquadrou no alegado esquema de tráfico humano e crimes correlatos. Um é que uma recente sondagem indica que um em cada quatro homens concorda com a masculinidade tóxica que o influenciador americano-britânico incarna. Outro é que da sua prisão domiciliária, Tate continua a ser seguido pela mesma camada de adultos e crianças que desdenham do Homem-Formiga e querem ser como o Steven Seagal.

’Infame influencer’ Andrew Tate com e-tornozeleira  troça dos miúdos  fãs do  ’Homem Formiga’ —  1 em 4 seguidores alinha com masculinidade tóxica

E se um dia os rapazes forem seguidores de quem está perto — "o meu melhor modelo é o meu pai" — e deixarem de ser seduzidos pelos modelos masculinos que lhes chegam de fora, inconsequentes? Esta é uma pergunta sobre um ideal de vida em que o pai está próximo do filho e orienta-o para as escolhas da vida.

Entretanto, Andrew Tate prospera, como se mostra no vídeo online em que goza com os rapazinhos que, em vez de "aspirarem a destruir todos os homens" crescem a sonhar ser o Ant-Man/Homem Formiga, da indústria de Hollywood (foto à esqª em baixo).

"É isto? É isto que todos querem ser? O Ant-Man/Homem Formiga? Ainda pior que o pior super-herói, que é o Spider Man/Homem Aranha!".

Defesa de Andrew Tate reforçada: Justiça embaraçada com provas

Recorde-se que desde a sua prisão em dezembro, Andrew Tate tem visto a Justiça da Roménia a prorrogar sucessivas vezes a sua prisão preventiva, com base "em extensas conversações entre os envolvidos e vítimas" e ainda em depoimentos das vítimas em sede de investigação.

Essas medidas preventivas incluem os seus cúmplices: o irmão Tristan Tate, a romena Luana Radu — de 32 anos, ex-polícia — e a americana Georgiana Naghel, de 28 anos (1ª e 2ª fotos à esqª, respetivamente).

Já em fevereiro a equipa de defesa foi reforçada com as advogadas de celebridades, Tina Glandian (foto à d.ta) — que representou Michael Jackson, Chris Brown, Myke Tyson ....— e Victoria Vásquez (foto em baixo da anterior), bem como, porta-vozes como a mulher à esqª (cujo nome não foi publicado).

Coagidas ou livres?

Em sessões fechadas no tribunal, as vítimas falaram. Uma, cidadã moldava, contou que estava em Londres e Andrew convenceu-a a viajar para a Roménia, porque iam casar.

As mensagens desta moldava mostram a sua deceção à chegada: "o noivo" colocou-a numa casa, com outras raparigas que faziam vídeos em lingerie para contas do OnlyFans. "Pensei que vinha morar contigo. É um pouco estranho teres-me colocado numa casa com raparigas que trabalham para ti", escreveu ela numa das mensagens.

Uma outra diz no seu depoimento que eram obrigadas a entregar aos quatro suspeitos 50% do que ganhavam online. Além disso, elas estavam sujeitas a "multas" caso não publicassem exatamente o conteúdo que lhes era pedido ou se choravam durante uma sessão ou demoravam muito no intervalo.

Tate e os co-acusados afirmaram que as mulheres eram livres para ir embora quando quisessem ou para chamar a polícia. Mas, na troca de mensagens com a mulher moldava, ele diz-lhe explicitamente que ela não pode sair de casa sem a autorização dele: "Não. Sair sozinha não, sem me avisar. Centro Comercial, supermercado... a lado nenhum. A partir de agora. É o último aviso", escreveu.

Fontes: Washington Post/ Daily Mail/... Relacionado: Defesa de Andrew Tate reforçada: Justiça embaraçada com provas "débeis" prorroga detenção — "Vocês sabem que sou inocente!", 05.fev.023; ’Infame’ influenciador Andrew Tate: Tem milhões de supercarros apreendidos na Roménia — Dá milhões de lucros às redes sociais, 06.jan.023; Greta T. ’ajuda’ a localizar influenciador Andrew Tate procurado por violação e tráfico humano, 30.dez.022. Fotos: No dia 01-02, Andrew Tate algemado ao irmão Tristan gritou aos jornalistas antes de entrar no tribunal onde ia apelar (debalde) contra a detenção: "Vocês sabem que sou inocente!". As alegadas cúmplices Luana e Georgiana, nas fotos à esqª ao alto.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project