INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Infanticídio por envenenamento de 25 crianças em jardim-escola: Educadora condenada à morte 29 Setembro 2020

Um tribunal de Jiaozuo, no centro da China, condenou esta terça-feira a educadora Wang Yun à pena capital por ter há um ano causado o envenenamento de 25 crianças, uma das quais faleceu. A ré pôs veneno na papa para vingar-se de uma colega que cuidava das crianças.

Infanticídio por envenenamento de 25 crianças em jardim-escola: Educadora condenada à morte

O tribunal condenou à morte a funcionária do jardim-escola, dadas as provas da iniquidade do seu crime: pôs nitrito de sódio na papa do pequeno-almoço das crianças a cargo da colega com quem tinha tido uma desavença.

A mulher já tinha sido condenada por ter colocado veneno na comida do marido.

O nitrito de sódio utilizado com conservante de alimentos é tóxico em estado puro e pode ser letal.

Henan

O caso deu-se na província de Henan em março de 2019, um ano antes de esta província do centro da China entrar nos noticiários internacionais devido à pandemia do novel coronavírus.

Em março deste ano, Henan foi a segunda região chinesa, depois de Wuhan, na vizinha província de Hubei, a registar infeções e óbitos causados pelo novo voronavírus (Covid-19: Mapa global conta 86.986 infectados e 2.979 óbitos, 02.mar.020).

Fontes: Daily Mail/China Daily. Relacionado: Proteção da infância em perigo: Inédita condenação da França no tribunal europeu dos direitos humanos, 26.jul.020. Fotos: Crianças da pré-escola na China têm vindo a ser alvo de ataques fatais por pessoas atingidas de doença mental.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project