LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Inflação em Moçambique chegou quase a 11% em 2022 18 Janeiro 2023

Moçambique registou uma inflação de quase 11% em 2022, valor mais alto dos últimos seis anos, anunciou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Inflação em Moçambique chegou quase a 11% em 2022

Os preços subiram 10,91% em relação a 2021, em linha com a onda inflacionista global.

"De janeiro a dezembro do ano de 2022, o país registou um aumento de preços na ordem de 10,91%. As divisões de alimentação, bebidas não alcoólicas e transportes foram as de maior destaque", lê-se no boletim de Índice de Preços ao Consumidor (IPC) consultado hoje pela Lusa.

Ainda assim, na análise mensal, dezembro de 2022 foi o quarto mês consecutivo de abrandamento da inflação, depois de um pico de 12,96% registado em agosto.

Desde outubro que o boletim do IPC recolhe dados para cálculo da inflação em oito pontos do país, em vez de três.

Além de Maputo, Beira e Nampula, passam também ser analisados os preços de mercados e lojas de Quelimane, Tete, Chimoio, Xai-xai e da província de Inhambane.

Em 2016, o país registou uma inflação de 23,67%, caindo para valores abaixo de 7% desde então, até aos 10,91% agora anunciados.

O Orçamento de Estado moçambicano para 2023 prevê uma inflação de 11,5%.
A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project