INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Israel: Indignados saem à rua contra polícia que matou etíope de 16 anos – Conflito latente entre judeus novos e antigos reacende em Haifa e estende-se a todo o país 05 Julho 2019

Solomon Teka, de 18 anos, foi morto no domingo por um polícia em Haifa. Na segunda-feira, 1, cidadãos num protesto inédito no país saíram à rua a pedir justiça contra o abuso de autoridade.

Israel: Indignados saem à rua contra polícia que matou etíope de 16 anos – Conflito latente entre judeus novos e antigos reacende em Haifa e estende-se a todo o país

Israelitas etíopes-descendentes nas ruas de Haifa começaram por protestar na segunda-feira, 1, com slogans e palavras de ordem como “Pretos ou brancos somos todos humanos”.

A agitação social é a resposta ao que estão a considerar ser um caso de abuso de autoridade, já que quem disparou o tiro fatal contra o etíope-descendente Solomon Teka, de 18 anos, foi um polícia, que se encontrava de folga e passeava com a família nessa zona portuária a oeste de Telavive.

As versões do acontecido diferem, com o polícia a dizer que tentou apartar dois jovens que estavam a brigar e que depois se juntaram para o atacar . No entanto, uma testemunha no local depôs que foi o próprio polícia a instigar a situação. Com desfecho fatal.

Judeus da Etiópia bem amados, mal amados em Israel

A ’Operação Salomão’ em 1991, após em 1982 a ’Operação Moisés’, foi uma muito mediatizada iniciativa do governo de Ytzak Rabin para o ’retorno’ ao Estado de Israel dos judeus dispersos ao longo de quase dois mil anos.

Foi assim que em 1991, milhares de etíopes de religião judaica — conhecidos por comunidade Beta Israel (Casa de Israel)— flagelados pela guerra civil e pela fome fizeram a aliyah, que é a designação dada ao regresso da diáspora.

O acolhimento favorável que lhes foi dado pelas estruturas governamentais raramente foi emulado pelas populações, nas diversas localidades, algumas de menos de dois mil habitantes, onde foram instalados.

As manifestações desta semana revelam de novo as tensões latentes entre os Beta Israel e os irmãos do Estado matriz da cultura e religião judaicas.

Fontes: Reuters/Haaretz/NY Times/Jerusalem Post/Fontes históricas. Fotos: Comunidade judaico-etíope indignada bloqueou estradas. Detidas dezenas de pessoas.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project