INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Itália: “Fica calada, ninguém te vai acreditar”, disse vereador violador à vítima – Ela teve fé e polícia acabou de prender agressores na sede do partido 30 Abril 2019

O vereador Francesco Chiricozzi (foto) eleito como cabeça de lista do partido neofascista CasaPound e o seu cúmplice também do mesmo partido foram esta segunda-feira, ao cabo de uma investigação de duas semanas, algemados e levados para a esquadra de Vallerano, na área metropolitana de Roma, acusados de violação.

Itália: “Fica calada, ninguém te vai acreditar”, disse vereador violador à vítima – Ela teve fé e polícia acabou de prender agressores na sede do partido

O crime aconteceu no dia 12 deste mês num clube de Vallerano, cidade histórica da região de Viterbo, famosa desde o século de ouro do império romano, e que está a assistir a um ressurgimento da admiração por Mussolini, o líder do fascismo italiano aliado de Hitler.

“O clube consta na vasta lista de bens patrimoniais do partido CasaPound”, segundo a investigação, e os dois agressores tinham nessa noite de 12 de abril a chave exclusiva em sua posse.

A mulher, descrita como simpatizante do mesmo partido, foi abordada por Chiricozzi numa festa e acabou por os acompanhar ao clube, escreve o Corriere della Sera, citando o relatório de investigação policial.

Os dois violadores, de 21 e 19 anos, levaram a vítima, na casa dos trinta, a “consumir álcool e depois submeteram-na a atos de violência inaudita, depois de ela recusar os avanços sexuais”, refere o inquérito da polícia.

Os agressores esmurraram a vítima, com socos no rosto, até ela perder a consciência. Seguiu-se a violação em grupo, durante horas, que foi filmada.

A investigação da polícia, realizada à “casa de um dos agressores”, ainda encontrou o vídeo, que constitui “um importante elemento de prova” contra os dois.

“Fica calada, ninguém te vai acreditar”, ameaçou o vereador violador à vítima.

Expulsos

Gianluca Iannone, o presidente do partido ‘CasaPound Italia’, emitiu de imediato um comunicado: “Enquanto aguardamos que a justiça apure a verdade dos factos, CasaPound decidiu expulsar os dois militantes do movimento presos, dada a gravidade das alegações”.

“Amanhã — terça-feira, 30 de abril — Francesco Chiricozzi formalizará a sua demissão do município de Vallerano”, prossegue Iannone.

“Para nós, é um crime infame, que o CasaPound condena veementemente”, conclui Iannone.

Fontes: La Stampa/Corriere della Sera. Fotos: 1ª O vereador Chiricozzi, acusado de violências em grupo, faz a saudação habitual dos partidos neofascistas e neonazistas. 2ª. Manifestação do partido.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project