POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

JPAI vai apresentar moção sectorial virada para a paridade etária à plenária do XVI Congresso do PAICV 02 Fevereiro 2020

A Juventude do Partido Africano da Independência de Cabo Verde, (JPAI) encontra-se reunida na sua Comissão Nacional, na Assembleia Nacional, para analisar e debater a moção sectorial a ser apresentada domingo à plenária do XVI Congresso do PAICV.

JPAI vai apresentar moção sectorial virada para a paridade etária à plenária do XVI Congresso do PAICV

O presidente da JPAI disse a Inforpress que neste encontro estão a ser debatidos os desafios da juventude cabo-verdiana nesta Comissão Nacional que, atestou, representa toda a estrutura da juventude do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição), isto é, local, concelhia e nacional.

A moção sectorial, segundo Fidel Cardoso de Pina, terá o propósito de melhorar a adesão, a atractividade, a renovação e a transformação deste partido do arco do poder, bem como a “credibilização da classe política e dos políticos”, com reforço da confiança na actual presidente, Janira Hopffer Almada.

Cardoso de Pina avançou à Inforpress que esta proposta vai estar focalizada na paridade etária, na limitação de mandatos e na não acumulação de subsídios e pensões vitalícias por reformas provenientes do Estado por titulares de cargos políticos.

“A JPAI defende que os titulares de cargos políticos devem ter o direito de escolher entre o seu salário ou a sua pensão vitalícia, ou em alternativa deve optar pelo seu salário com acumulação de apenas 25% do valor vitalício, ou ainda pela pensão vitalícia com acumulação de apenas 25% do salário”, explicou.

Em relação à limitação do mandato, Fidel Cardoso de Pina disse que a JPAI propõe este balizamento relativamente a todos os titulares de cargos políticos no País, como membros do Governo, deputados nacionais, presidente de câmaras e assembleias municipais, vereadores e deputados municiais, presidentes dos institutos públicos e membros de conselhos de administração das empresas públicas.

A moção sectorial da JPAI leva em consideração a “densidade demográfica” do País, com cerca de 60 por cento (%) da sua população jovem, para propor a paridade etária, em que defende que as listas aos órgãos do partido e nacionais do poder local e central deverão traduzir-se numa percentagem mínima de 40% dos candidatos com idades igual ou inferior a 35 anos.

A reunião da Comissão Nacional da Juventude do PAICV, maior órgão entre dois congressos, iniciou-se com a solidariedade demonstrada por esta Comissão para com o povo chinês, em especial com os estudantes cabo-verdianos na China, devido à situação de alguma aflição nos estudantes causada pelo novo coronavírus. C/Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project