INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Japão: 33 morreram, dezenas sofreram vários graus de queimaduras em fogo-posto num estúdio de cinema 20 Julho 2019

Já foi identificado o suspeito de ter ateado o incêndio que na manhã desta quinta-feira fez largas dezenas de vítimas, trinta e três mortais e destruiu a produtora de cinema de animação KyoAni. Já está debaixo da alçada das autoridades o homem de 41 anos, hospitalizado porque também sofreu queimaduras, que regou de petróleo o local e depois pegou-lhe fogo.

Testemunhas descreveram: "Ouvimos uma grande explosão e de seguida vimos chamas que envolveram em segundos todo o edifício".

Os moradores nas casas mais próximas do estúdio relataram que viram "pessoas a sair todas queimadas".

O incidente teve lugar às 10H30 locais (menos 10H em Cabo Verde) no KyoAni, estúdio de cinema de animação, estabelecido num prédio de três pisos na cidade de Kyoto, a 350 km da capital. É, fora de Tóquio, o único estúdio de cine-animação que tem sucesso internacional, revela a BBC.

A produtora é conhecida internacionalmente pela série de filmes de animação "Sound! Euphonium" (em tradução livre “A gravar! Saxofone”) que se baseia num romance juvenil escrito em 2013. A protagonista é a personagem Kimiko, uma adolescente a braços com as aventuras da vida de liceu, e que tem como melhor amigo o seu saxofone.

Ameaças por email a empresa com salários mais justos

O director Hideaki Hatta disse à comunicação social que a empresa, onde nessa manhã estavam setenta pessoas a trabalhar, tinha recebido recentemente emails contendo ameaças.

“Morram todos”, diziam alguns dos emails chegados ao departamento comercial da KyoAni, revelou Hatta.

O diretor diz não entender “porque é que alguém atacou as pessoas que contribuiram para construir a indústria de animação no Japão”. "É insuportável terem perdido assim a vida”.

A produtora, segundo a BBC, demarca-se de outras por pagar um salário regular aos seus colaboradores, ao contrário dos concorrentes que pagam à peça causando assim extrema pressão à equipa.

Fontes: Japan Times/BBC. Foto (AFP): Os bombeiros demoraram cinco horas para extinguir o fogo.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project