MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Japão-Coreia do Sul: 1ª visita oficial de Moon a Tóquio anulada após nº2 da embaixada japonesa em Seul insultar presidente 26 Julho 2021

Frustrou-se a primeira reunião em presença entre os líderes do Japão e Coreia do Sul que ia acontecer no âmbito do Tokyo’20, com ato inaugural na 6ªfª, 23: foi cancelada em vésperas das Olimpíadas, devido aos comentários "inaceitáveis" do número-2 da embaixada japonesa em Seul sobre o presidente Moon.

Japão-Coreia do Sul: 1ª visita oficial de Moon a Tóquio anulada após nº2 da embaixada japonesa em Seul insultar presidente

A presidência sul-coreana comunicou o cancelamento da visita após o diplomata sénior da embaixada japonesa em Seul usar o disfemismo "masturbação" para se referir aos esforços do presidente Moon Jae-In de melhorar as relações entre os dois países.

No sábado, o vice-ministro sul-coreano dos Negócios Estrangeiros, Choi Jong-Kun, convocou o embaixador Koichi Aiboshi a fim de protestar contra o inaceitável comentário relativo ao presidente Moon e exigir que Tóquio "atue de modo tangível e com medidas apropriadas para prevenir que a situação não se repetirá".

O primeiro-ministro Suga condenou os comentários "inapropriados" e "inaceitáveis". No mesmo dia, segunda-feira, 19, o diário Yomiuri noticiava que o diplomata visado ia ser substituído.

Desde sexta-feira, 16, após o comentário "inaceitável", que diversos analistas ouvidos nos media de referência apontam o encontro frustrado entre Moon e Suga como uma ocasião perdida no que devia ser "um festival da paz".

O maior evento desportivo que são as Olimpíadas iria servir, apontam, para melhorar as relações "doentes" entre os dois países que, na região Ásia Pacífico, são os mais próximos aliados da primeira potência (EUA).

Feridas da história colonial

Os laços diplomáticos entre o Japão e a Coreia do Sul fragilizados pela história colonial têm estado muitas vezes à beira da rutura. Expressa isso quer a guerra comercial que de tempos em tempos irrompe entre os dois países (links infra) quer as reivindicações por indemnizações por crimes de guerra.

E sobre este período traumatizante da histórica colonização japonesa na península coreana, avulta a questão das "mulheres de conforto" — sul-coreanas escravizadas na Segunda Guerra.

Em 2018, o Supremo Tribunal da Coreia do Sul condenou o Japão a pagar indemnizações de guerra a vítimas sul-coreanas. Em especial, às sul-coreanas levadas para bordéis militares que o Japão instituiu durante a ocupação colonial de 1910-1945 nos territórios invadidos da região Ásia Pacífico.

Fontes: Japan Times/Washington Post/SCMP. Relacionado: Coreia do Sul retirada da ‘lista branca’ de importadores do Japão – Presidente Moon promete resposta “equivalente", 04.ago.2019; Guerra comercial Japão-Coreia do Sul começa por ’imorais’ bonecas-gueixas, 09.ago.2019.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project