ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Jorge Maurício: 2017 foi um ano extraordinário para a Enapor 25 Fevereiro 2018

O presidente do conselho de administração (PCA) da Enapor considerou hoje,24, em declarações à Inforpress, que “2017 foi um ano extraordinário para a empresa, com muitos projectos, muitas realizações e muita inovação”.

 Jorge Maurício: 2017 foi um ano extraordinário para a Enapor

“Atingimos valores recorde, com um crescimento de 12,6 por cento (%) em termos de tráfego, e crescemos em todos os portos do país”, disse Jorge Maurício avaliando positivamente as Jornadas Portuárias 2018, realizadas na cidade do Porto Novo, durante as quais foram apresentados estes e outros resultados do exercício da empresa durante 2017.

Segundo Jorge Maurício, o balanço das Jornadas Portuárias 2018 “é muito positivo” porque permitiu avaliar e constatar os avanços conseguidos pela Enapor durante o ano 2017 e, também, anotar os aspectos menos bons como forma de os corrigir.

“Trata-se de um investimento nas pessoas, na organização e na criação de um espírito de equipa, mas também na melhoria da comunicação interna”, disse o PCA da Enapor explicando que nas jornadas portuárias foi possível fazer uma troca de experiências entre todos os portos, já que “cada porto tem as suas especificidades”.

Jorge Maurício garantiu à Inforpress que “a Enapor é, hoje, uma empresa diferente, para melhor”, adiantando que “é uma empresa dinâmica, aberta à sociedade, flexível do ponto de vista do relacionamento comercial, com visão de mercado, com visão internacional e com uma perspectiva de inovar para trazer benefícios aos clientes”.

Destacou o alto nível técnico das intervenções produzidas pelos participantes, concluindo que, por esta razão, “as Jornadas Portuárias 2018 foram superiores aos de 2017”, sobretudo porque todos puderam falar de tudo e com qualidade.

“Recursos humanos e comunicação são duas vertentes que a administração da Enapor defende vivamente”, disse Jorge Maurício explicando que sem gente não se pode fazer nada e se não se cuidar das pessoas não se vai a lado nenhum e, por outro lado, defendeu “uma comunicação eficaz, a nível interno com todos os trabalhadores e a nível externo com todos os parceiros de negócio”.

Segundo Jorge Maurício, “a Enapor é uma empresa sólida, ‘muito sólida’, financeiramente e que funciona numa perspectiva de reinvestimentos” e todo o lucro conseguido pela empresa é canalizado para “novas infra-estruturas, novos equipamentos e novas condições de trabalho”.

As Jornadas Portuárias 2018 terminam hoje com uma visita ao concelho da Ribeira Grande. Fonte: Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project