Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

José Maria Neves venceu em cinco concelhos de Santiago Norte 18 Outubro 2021

Com base nos resultados provisórios das eleições presidenciais deste domingo, recentemente, divulgados pela Comissão Nacional das Eleições (CNE), José Maria Neves venceu as eleições presidenciais em todos os concelhos de Santiago Norte (Tarrafal, Santa Catarina, Santa Cruz, São Salvador do Mundo e São Lourenço dos Órgãos), com exceção de São Miguel. Já em segunda posição ficou Carlos Veiga, seguido de Hélio Sanches. Em quarta posição está Casimiro de Pina, em quinto lugar, o Joaquim Monteiro, em sexto, e em último lugar fica Gilson Alves e Fernando Delgado ficou em último lugar.

José Maria Neves venceu em cinco concelhos de Santiago Norte

Das 84 mesas apuradas (100%) na região norte de Santiago, dos 14.059 votantes, José Maria Neves obteve 7.419 votos a favor (54%). Enquanto que Carlos Veiga, que ficou em segunda posição, obteve 5.970 votos, correspondente a 43,4%. Hélio Sanches ficou na cifra de 146 votos (1,1%), Casimiro de Pina teve 76 votos a favor (0,6%), Joaquim Monteiro obteve 58 votos (0,4%), Gilson Alves ficou com 42 votos (0,3%) e Fernando Delgado obteve 30 votos, correspondente a 0,2% dos votantes.

Ainda de acordo com os dados da CNE, no concelho de Santa Cruz, José Maria Neves teve maior número de votos, em relação aos outros concelhos, com 5.417 votos a favor, o que representa 61,5% dos votantes. Carlos Veiga ficou em 3.114 votos, Hélio conseguiu 146, Joaquim Monteiro teve 49 votos, Casimiro ficou na cifra de 41, Gilson Alves contabilizou 24 e Fernando delgado somou 20 votos.

No Município de São Lourenço dos Órgãos, JMN obteve 1.740 votos; Carlos Veiga 1.393 votos; Hélio Sanches 84; Casimiro de Pina 21; Joaquim Monteiro 13; Fernando Delgado 10 e Gilson Alves (7).

Já em São Miguel, Carlos Veiga venceu todos os outros candidatos com 2.906 votos a favor; JMN obteve 2.048; Hélio Sanches alcançou 116 votos; Joaquim Monteiro oteve 42 votos; Gilson Alves ficou mem 28 votos; Casimiro de Pina somou 21 e Fernando Delgado contou 17 votos.

Em São Salvador do Mundo, JMN obteve 1.596 votos a favor; Carlos Veiga 1.502; Joaquim Monteiro 27; Hélio Sanches 24; Casimiro de Pina 22; Gilson Alves 17; e Fernando 9 votos.

No concelho do Tarrafal, JMN está com 3.724 votos a favor; Carlos Veiga (2.294; Hélio Sanches (66); Casimiro de Pina (29); Joaquim Monteiro (28); Gilson Alves (22) e Fernando Delgado (16).

Em Santa Catarina, concelho onde nasceu JMN, este teve 7.419 votos a favor e Carlos Veiga ficou na fasquia de 5.970. Hélio obteve 146 votos; Casimiro de Pina 76; Joaquim Monteiro 58; Gilson Alves 42 e Fernando Delgado 30 votos a favor.

Leituras dos resultados e alta taxa de abstenção

Em conversa com o ASemana, o mandatário de José maria Neves, Euclides Cabral, considerou que esta vitória de JMN deve-se a vários fatores. “A vitória de JMN tem a ver com a sua própria personalidade, suas boas relações com instituições e pessoas, seu bom trabalho prestado ao país como Primeiro ministro (2001 a 216). Também a atual triste situação que se vive no país (económica, política e social) repercutiu positivamente no resultado de José Maria Neves”, aponta.

Já o candidato Hélio Sanches revelou ao Asemanaonline que os principais motivos da sua derrota (3ª posição), tanto a nível nacional, como em Santiago Norte, deveu-se à alta taxa de abstenções, à falta de recursos materiais e financeiros. “Os cidadãos ainda não tomaram consciência para o exercício da sua cidadania e isto fez com que milhares não foram às urnas. Além disso, penso que não consegui fazer passar as minha mensagens aos indecisos, mas fiquei numa posição confortável”, ressalta.

Este diário digital não conseguiu, no entanto, ouvir repesetantes do candidato Carlos Veiga, apesar de tentativas neste sentido.

Dos mais de 342.549 eleitores, ao nível nacional, votaram apenas 87.194, número que coloca a abstenção nos 48,6%. Em relação a Santiago norte, os dados da CNE apontam que o número de abstenções foi de 36.207 (46,7%), dos 77,550 eleitores inscritos, com maior expressão no Tarrafal que, dos 11.957 inscritos no concelho, votaram apenas 5.656 pessoas.

Recorde-se que nestas eleições presidenciais, em Santiago Norte se registou um total de 77.550 eleitores inscritos, distribuídos pelos seis concelhos da região, segundo dados fornecidos pelos delegados da CNE na região.

Celso Lobo/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project