ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Legislativas/2021: Denúncia de bloqueio no recenseamento de cabo-verdianos nos EUA 02 Janeiro 2021

Regista-se neste momento um bloqueio total com problemas de recenseamento de cabo-verdianos nos Estados Unidos da América. A denúncia parte de dirigentes do maior partido da oposição, para quem tudo indica que há uma suposta estratégia do MpD no poder para evitar que, nas legislativas de 2021, aconteça o maior número possível de inscrição livre de eleitores naquele país norte-americano, onde o partido tambarina já costumou eleger os dois deputados da nação desse círculo eleitoral.

Legislativas/2021: Denúncia de bloqueio no recenseamento de cabo-verdianos nos EUA

A fonte, que procurou o Asemanonline para denunciar a situação, suspeita que a responsabilidade será do Cônsul de Cabo Verde em Boston, que poderá estar a criar dificuldades no normal funcionamento dos postos móveis de Recenseamento Eleitoral, sobretudo nas cidades da região da Nova Inglaterra onde reside o maior número de cabo-verdianas.

“Por volta das 18H00 deste sábado, um cidadão cabo-verdiano, na política ativa, chamou-me de Taunton ( cidade situada no condado de Bristol no Estado norte-americano de Massachusetts),para onde deveria deslocar-se hoje e este domingo,3, uma brigada móvel de recenseamento. Informou-me que, pelo menos até aquela hora, tal não tinha acontecido. Em Brockton (outra cidade localizada no condado norte-americano de Plymouth), o posto está aberto, mas falta tinta para os trabalhos de rotina, e em Rhod Island (localizada na região nordeste dos Estados Unidos) está a acontecer o mesmo”, revela um dirigente do maior partido da oposição que procurou o Asemanaonline para denunciar aquilo que considera ser “o bloqueio ao trabalho de inscrição de eleitores nos EUA”.

“O pessoal suspeita de que a responsabilidade é do Consulado de Cabo Verde em Boston”, alerta a mesma fonte, para quem tudo indica que há uma estratégia do MpD no poder para supostamente evitar, nas legislativas de 2021, que aconteça o maior número possível de inscrição livre de eleitores naquele país norte-americano, onde o partido tambarina já costumou eleger os dois deputados da nação desse círculo eleitoral – um cenário possível,segundo a fonte referida, nas próximas eleições face ao péssimo desempenho do atual governo de Ulisses Correia e Silva.

“A Comissão Nacional de Eleições (CNE) e a liderança nacional do PAICV precisam de intervir com urgência junto de quem de direito para que se possa repor a normalidade no funcionamento dos Postos Móveis de Recenseamento Eleitoral nos EUA”, defende a fonte deste primeiro diário cabo-verdiano em linha.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project