ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Legislativas 2021: UCID pede mais de um deputado para equilíbrio no parlamento e desenvolvimento de Santiago Norte 29 Mar�o 2021

A cabeça de lista da UCID por Santiago Norte, nas eleições legislativas de 18 de Abril, pediu hoje mais de um dos 14 deputados para que o partido possa equilibrar o parlamento e o desenvolvimento dessa região.

Legislativas 2021: UCID pede mais de um deputado para equilíbrio no parlamento e desenvolvimento de Santiago Norte

Neida Rompão falava à imprensa após a apresentação pública da lista da União Cabo Verdiana Independente e Democrática (UCID) para este círculo eleitoral, sob o lema “Basta dos mesmos! Somos a opção sim!”, numa cerimónia presidida pelo presidente do partido, António Monteiro, e realizada no Auditório da Escola Secundaria Armando Napoleão Fernandes, em Achada Falcão, Santa Catarina, e com transmissão nas redes sociais.

“Somos uma equipa jovem, conhecedora da região e com representantes de todos os seis mancípios que compõem a região Santiago Norte. Por isso, afirmamos que somos competentes e estamos dispostos a servir Santiago Norte”, declarou a candidata.

Por isso, prometeu trabalhar para “quebrar a bipolarização” existe no parlamento, mas, para tal, pediu “um voto de confiança” da população para que o partido possa eleger mais de um dos 14 deputados.

Se tal acontecer, Neida Rompão prometeu que vai lutar por uma região mais equilibrada nas suas potencialidades, mormente os sectores primários e turismo, bem como a inclusão social, habitação, redução da pobreza e a valorização dos recursos humanos.

António Monteiro, por seu lado, destacou a qualidade da equipa liderada pela enfermeira Neida Rompão, que considerou de uma “mulher de garra” e com muita vontade de ver um Cabo Verde diferente e acima de tudo Santiago Norte.

Por isso, disse acreditar que com o trabalho a ser desenvolvido por esta equipa e com a colaboração da população de Santiago Norte que a UCID vai conseguir dar uma outra oportunidade para Cabo Verde e para esta região.

É que, segundo a mesma fonte, Cabo Verde precisa de um parlamento “equilibrado”, ou seja, sem maioria absoluta de um partido ou outro.

Na ocasião, explicou que a UCID é um partido de Cabo Verde e não só de São Vicente, e que contrariamente aos outros partidos, os deputados a serem eleitos pela lista do partido que dirige vão defender os cidadãos, e não a UCID. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project