AUTÁRQUICAS 2020

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Legislativas: Semana pascal pausa campanha em Santiago Sul 02 Abril 2021

As candidaturas que concorrem as eleições legislativas no círculo eleitoral em Santiago Sul resolveram cancelar as suas atividades esta sexta-feira, tendo em conta o feriado religioso, devendo, alguns, retomar as atividades no sábado.

Legislativas: Semana pascal pausa campanha em Santiago Sul

Sendo sexta-feira Paixão uma tradição católica de grande peso no país, os partidos políticos resolveram aproveitar o dia para repensar sobre as estratégias de terreno e atualizar as suas agendas de campanha.

Isto, com a exceção do PP cujo líder, Amândio Barbosa Vicente, aproveitou a paragem em Santiago Sul para reforçar a sua base de Santiago Norte num encontro restrito com militantes, simpatizantes e amigos no município de São Lourenço dos Órgãos. O objetivo, fez saber o PP, foi de auscultar a população e partilhar as propostas eleitorais da sua plataforma. Durante este encontro o partido defendeu, entre outros, a regulamentação da carreira de formação dos professores de educação de infância e acesso gratuito para as crianças do pré-escolar.

O líder do PSD, João Além, afirma que a meta do seu partido é investir na educação, saúde, economia e restituir ao país tudo quanto “ foi vendido” durante os mandatos dos dois partidos do arco do poder. O PTS pretende, caso seja eleito, desenvolver o país tendo o interesse do povo acima de qualquer interesse partidário. Para divulgar a sua proposta eleitoral, pretendem dar atenção ao contacto porta- a- porta mas o seu foco de aposta vai ser as redes sociais devida à stuação da pandemia no momento.

Já o partido liderado por Janira H. Almada, PAICV, garante uma “verdadeira mudança” com todas as injustiças corrigidas construindo um “Cabo Verde efetivamente para todos” onde as prioridades das pessoas são as prioridades dos governantes. Ainda explica que o fato de terem vencido as eleições autárquicas em todos os municípios do círculo de Santiago Sul “dá uma margem” para estarem confiantes numa vitória “confortável” no próximo dia 18 de abril.

O grupo PTS, encabeçado por Carlos Lopes, "Romeu di Lurdes", pede mais envolvimento dos jovens na política, mas fora dos partidos do arco do poder para que a sociedade tenha um “representante do povo, livre” na Assembleia Nacional. Ainda aproveita para sublinhar que a sua candidatura tem como intuito despertar “ a consciência, desbravar caminhos, conquistar a confiança” e eleger deputados para representar os interesses do povo.

O partido do MpD, com Ulisses Correia e Silva como cabeça de lista, e candidato à sua própria sucessão, quer “continuar” a desenvolver Cabo Verde e, para isso, espera continuar a merecer a confiança dos cabo- verdianos. Aproveitou ainda para mencionar que o partido tem resultados para apresentar ao eleitorado até o momento da pandemia, com resultados, também, no combate à pandemia com a chegada da vacina que permitirá a retoma das atividades económicas e sociais.

O desencravamento das zonas de Nossa Senhora da Luz, desenvolvimento a nível das pescas e da pecuária e inclusão da população no centro das atenções são algumas das propostas do líder da UCID em Santiago Sul, Francisco Silva. Este pede que o povo de Cabo Verde faça do seu partido uma alternativa nestas sétimas eleições legislativas como forma de acabar com a prevalência da bipolarização em Cabo Verde.

Ainda no que toca aos próximos dois dias, ao que tudo indica, pelo menos o MpD e o PAICV pretendem alargar esta paragem nas respetivas campanhas até o Domingo de Páscoa. Não tendo sido possível descortinar ao certo o que farão os outros partidos, das auscultações feitas somente o PTS indicou a possibilidade de algum contacto porta-a-porta neste sábado, ficando por determinar, até o fecho desta edição, os locais.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project