NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Leilão: 1,1 milhão por ’coroa’ da rainha D. Maria II e 85 milhões por 1 Picasso 16 Maio 2021

Dois leilões da Christie’s em dois continentes. A Christie’s em Genebra concluiu nesta quinta-feira, 13, à noite um leilão de jóias pertencentes a casas reais europeias, entre as quais a última dinastia real portuguesa. A jóia — ora descrita com coroa ora como tiara ou diadema — montada com diamantes e safiras pertencente à rainha D. Maria II, da Casa de Bragança foi arrematada por 1,1 milhão de euros. Mas o Estado português perdeu a oportunidade de a recuperar para o Museu da Ajuda.

Leilão: 1,1 milhão por ’coroa’ da rainha D. Maria II  e 85 milhões por 1 Picasso

A licitação da "coroa" da segunda mulher a reinar efetivamente em Portugal, de 1837 a 1851, terá deixado um sabor amargo ao curador do Museu do Palácio da Ajuda que pretendia recuperar essa peça da história portuguesa.

Arrematada aos dezanove minutos, foi para um comprador anónimo o diadema que no quadro de 1844 aparece a ornar a segunda e última rainha portuguesa, que ascendeu ao trono após a morte do pai, Dom Pedro IV.

A futura D. Maria II, que nasceu no Rio de Janeiro em 1819 — e faleceu em Lisboa aos 34 anos em 1853 durante o parto do décimo-segundo filho —, recebeu no batismo os nomes de Maria da Glória Joana Carlota Leopoldina da Cruz Francisca Xavier de Paula Isidora Micaela Gabriela Rafaela Gonzaga.

O seu reinado em duas fases — 1828-32 e 1837 a ’53 — foi marcado pela fratricida Guerra Civil, incentivada por duas alas da família real de Bragança.

Picasso sobe 230%

A Christie’s em Nova Iorque concluiu nesta quinta-feira, 13, à noite mais um leilão de sucesso: a pintura "Femme assise auprès d’une fenêtre/Mulher sentada à janela" de Pablo Picasso foi vendida por 103,4 milhões de dólares (9 367 milhões CVE, 9,367 milhões de contos) nesta quinta-feira.

O quadro, pintado em 1932, obteve durante a licitação o valor de 90 milhões de dólares, que subiram para 103,4 milhões USD somadas taxas e comissões.

A licitação entre os colecionadores durou 19 minutos.

Lucros apesar da pandemia

Em apenas oito anos, a pintura em tela — para a qual posou a musa picassiana Marie-Thérèse Walter — valorizou 230 pontos percentuais. O seu proprietário até ontem pagara em 2013 num leilão em Londres o equivalente a 37 milhões de euros (4,1 mil milhões CVE, quatro milhões de contos).

A venda lucrativa confirma a vitalidade do mercado de arte, que não sofreu os efeitos da pandemia, mas também o estatuto especial do artista espanhol Pablo Picasso (1881-1973).

— -
Fontes: Site da Christie/Sapo.pt/Le Figaro/Reuters. Relacionado: Reino Unido: Tela de Banksy arrematada em leilão por um milhão de libras autodestrói-se — Quem será o "palerma" do comprador?, 08.out.018; Pintores apagam mural avaliado em 4 milhões de libras, 29.mar.017. Fotos: Tela de Picasso. Diadema de diamantes e safiras que pertenceu à Rainha D. Maria II que reinou num período muito conturbado; sobre a mesa, a Coroa sacramental.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project