POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Líder do PAICV encontra-se com representante da União Europeia para troca de opiniões 17 Fevereiro 2018

A líder do PAICV (oposição) recebeu hoje,16, a representante da União Europeia para “trocar algumas opiniões”, na perspectiva de se encarar Cabo Verde como nação global, firmada no mundo “fruto da articulação entre a política interna e a externa”.

Líder do PAICV encontra-se com representante da União Europeia para troca de  opiniões

Segundo a presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Janira Hopffer Almada, é “importante” que haja a consolidação da Parceria Especial entre o país e a União Europeia.

Para ela, é ainda “importante a aposta na integração regional e mundial de Cabo Verde”.

“Podemos ter grandes ganhos resultantes da Parceria Especial, nomeadamente no pilar da boa governação, segurança e estabilidade, mas também no pilar da convergência técnica e normativa”, precisou a líder do maior partido da oposição.

Instada se o encontro com a nova representante da União Europeia, Sofia de Sousa, serviu para quebrar o gelo nas relações tensas havidas entre o seu partido e o anterior embaixador da UE em Cabo Verde, disse que o PAICV “teve sempre boas relações com todos os representantes diplomáticos” no país.

“Enquanto presidente do PAICV, pude encontrar-me também com o anterior representante da União Europeia (José Manuel Pinto Teixeira)”, indicou Janira Hopffer Almada, reiterando que “as relações institucionais sempre foram normais”.

Fez ainda questão de sublinhar que nunca encarou que tivessem sido “más as relações” do seu partido com qualquer representante diplomático.

Por sua vez, falando à imprensa, Sofia Moreira de Sousa disse que teve a oportunidade de se reunir com a líder de um partido (PAICV) que é “importante para o país”.

“Falámos em termos muito gerais da relação da União Europeia com Cabo Verde, da prioridade do desenvolvimento do país, mas foi acima de tudo uma reunião de cortesia”, considerou a embaixadora da UE na Praia, para quem o arquipélago tem uma “credibilização, enquanto parceiro da União Europeia, e até ao nível internacional”.

“Cabo Verde é um parceiro credível que partilha os mesmos valores que a União Europeia”, comentou Sofia de Sousa.

Esclareceu que não houve o aumento dos pilares da parceria entre Cabo Verde e a UE, mas sim que se registaram os “ajustes” que acontecem todos os anos, conforme as circunstâncias nacionais e internacionais.

“Não foram estabelecidos novos pilares. Foram estabelecidas prioridades acordadas em algumas áreas que merecem destaque especial”, explicou, adiantando que a organização continental que representa continua a trabalhar no “aprofundamento e realização dos seis pilares” inicialmente acordados.

Quanto à visita à presidente do PAICV, considerou-a “normal”, já que a União Europeia está interessada num “diálogo aberto com todas as entidades que têm um papel relevante em Cabo Verde”.

A Parceria Especial entre Cabo Verde e a União europeia foi assinada em Novembro de 2007 - pelo então Governo de José Maria Neves. Fonte: Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project