DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Liverpool vence Flamengo e impede Jesus de ser campeão do mundo 22 Dezembro 2019

Roberto Firmino, no prolongamento, colocou um ponto final no nulo que teimava em manter-se no marcador e garantiu a conquista do Mundial de Clubes ao Liverpool.

Liverpool vence Flamengo e impede Jesus de ser campeão do mundo

O Liverpool venceu, este sábado, o Mundial de Clubes depois de derrotar o Flamengo (1-0) de Jorge Jesus na grande final. Depois de um nulo registado no tempo regulamentar, o jogo foi resolvido por Roberto Firmino ao minuto 99 do prolongamento. , descreve NM.

O Flamengo bateu-se do início ao fim, mas falhou o sonho de alcançar a terceira conquista da temporada.

Filme do jogo

Primeira parte interessante em Doha. O Liverpool entrou melhor e contou com três boas oportunidades para abrir o marcador ainda antes dos seis minutos de jogo. A melhor ocasião pertenceu a Roberto Firmino, logo no primeiro minuto de jogo, mas o remate do avançado brasileiro saiu descalibrado e acabou nas bancadas do Estádio Internacional Khalifa.

O Flamengo ajustou linhas e conseguiu equilibrar o jogo, recorrendo à posse de bola no seu meio-campo e apostando na velocidade do sempre perigoso Bruno Henrique. O avançado brasileiro foi mesmo uma das melhores unidades em campo nos primeiros 45 minutos, mas Gabigol revela-se muito pouco inspirado e parecia chegar sempre atrasado aos lances de maior perigo ofensivo do Flamengo.

Antes do apito para o regresso aos balneários, o ambiente aqueceu no relvado. Primeiro foi Gabigol que se desentendeu com Henderson, seguindo-se um cartão amarelo para Sadio Mané depois de uma falta dura sobre Rafinha.

Na segunda parte, o nulo continuou a ser uma constante apesar de novo início forte do Liverpool. Os reds dispuseram de uma grande oportunidade aos 47 minutos, mas Roberto Firmino fez o mais difícil e acertou no poste direito da baliza de Diego Alves.

O Flamengo voltou a fazer reajustes defensivos e foi, assim, anulando a capacidade ofensiva do Liverpool. Habituada a trucidar os adversários, a equipa de Jurgen Klopp não conseguia sair do labirinto defensivo criado por Jorge Jesus.

Só nos últimos 15 minutos é que o Liverpool voltou a assustar Diego Alves, guardião que aos 86 minutos assinou uma defesa monumental que negou o golo a Henderson.

Ainda antes do apito para o final do tempo regulamentar, eis que Sadio Mané cai na grande área do Flamengo e o árbitro assinala prontamente penálti. No entanto, depois de ver as imagens da repetição, o árbitro volta atrás na decisão e decide… nada assinalar. A decisão é polémica, uma vez que não se percebe se a falta de Rafinha foi cometida dentro ou fora da grande área.

Perante o nulo no marcador, o jogo teve de seguir para prolongamento.

No prolongamento, o Liverpool aproveitou uma das poucas falhas defensivas do Flamengo nesta partida para desbloquear o marcador. Bola lançada para a velocidade de Sadio Mané que esperou pelo momento certo para assistir Firmino para o primeiro golo do jogo em Doha.

O golo deixou os reds mais confortáveis na partida, ao passo que o Flamengo foi obrigado a transfigurar-se em campo para correr atrás do resultado. Apesar do esforço e da exibição muito completa, o Flamengo acabou por não ter arte nem engenho para furar a defensiva do Liverpool e acabou por cair na final de Doha.

O Liverpool é campeão do Mundo, depois de ter conquistado a Liga dos Campeões e a Supertaça Europeia em 2019.

Momento do jogo: O golo de Firmino no prologamento, altura em que ambas as equipas já estavam a cair fisicamente, deitou por toda tudo aquilo que de bom fez o Flamengo ao longo de todo o jogo. Não se pode dizer que seja injusta a vitória do Liverpool, mas a forma como Jorge Jesus montou a estratégia para esta final merecia outro desfecho. Fonte: NM

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project