LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Luso-angolano Álvaro Sobrinho interrogado 6 dias por comissão anti-corrupção na R. Maurícia — Caso ’Platinum Visa’ 04 Setembro 2018

Os ’media’ de Portugal e Angola têm feito eco da notícia do "L’Express" de que o empresário Álvaro Sobrinho foi, durante seis dias e até quinta-feira, 30, interrogado nas Ilhas Maurícias por uma comissão anti-corrupção sobre os seus investimentos naquele país e relações com o poder político.

Luso-angolano  Álvaro Sobrinho interrogado 6 dias por comissão anti-corrupção na R. Maurícia — Caso ’Platinum Visa’

A comissão anticorrupção é liderada pelo ministro da Boa Governação, Sudhir Sesungkur, para investigar o escândalo ’Platinum Visa’ — que há menos de seis meses, em março, levou à demissão de Ameenah Gurib-Fakim, a primeira mulher a ascender à presidência da República Maurícia.

O empresário e presidente do ’Instituto do Planeta Terra’, Álvaro "Varito" Sobrinho, foi interrogado durante seis dias sobre os seus investimentos naquele país e relações com o poder político.

Recorde-se que a presidente Ameenah Gurib-Fakim foi obrigada a demitir-se a 23 de março, ao fim de quatro semanas em que protagonizou um braço de ferro com o primeiro-ministro, após uma moção de censura da oposição minoritária.

A cientista que chegou a estadista demitiu-se, sob pressão de escândalo do "Visa Premium" ligado ao PEI, presidido pelo multimilionário luso-angolano Álvaro Sobrinho, ex-CEO do BES Angola.

Presidente e fitoquímica

Ameenah Gurib-Fakim teve reconhecimento internacional com a publicação, em 2007, de um trabalho exaustivo sobre as propriedades medicinais de mais de seiscentas plantas do arquipélago das Maurícias.

O prémio L’Oréal-Unesco distinguiu-a por essa contribuição científica que "partilha com um maior número de pessoas o conhecimento das plantas".

A Organização Mundial de Saúde, OMS, calcula que mais de 80% das pessoas nos países em vias de desenvolvimento utilizam plantas sobretudo para fins medicinais.

Fontes: L’Express. mu /Lusa/Jornal de Angola. Arquivo: R. Maurícia: Ameenah Fakim já deixou a presidência — Escândalo com "Visa" do Instituto Planeta Terra do luso-angolano Álvaro Sobrinho ditou queda, 26.3.2018;
R. Maurícia a braços com o "Escândalo Sobrinho-Fakim" — Presidente recua e desafia primeiro-ministro: "Não me demito e vou defender-me das calúnias", 15.3.2018

Foto (Lusa): Álvaro Sobrinho (ao centro) fotografado em 23 de junho corrente à chegada ao Altice Arena, em Lisboa, para participar na assembleia-geral (AG) do Sporting, de que é acionista maioritário. A AG veio a destituir Bruno de Carvalho.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project