NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Luta contra criminalidade: Praia vai ser reforçada com cerca de 100 novas câmaras de vigilância na 2ª fase do projecto 04 Novembro 2018

A cidade da Praia deve ser contemplada com cerca de 100 novas câmaras de vigilância, na segunda fase do projecto “Cidade Segura”, que contempla também as ilhas de Sal, Boa Vista e São Vicente. Esta é mais uma medida do governo com vista a estacar o surto da criminalidade que continua a assolar o país, com destaque para os centros da Praia, Mindelo e Sal.

Luta contra criminalidade: Praia vai ser reforçada com cerca de 100 novas câmaras de vigilância na 2ª fase do projecto

Esta informação foi avançada hoje à Inforpress pelo director nacional da Polícia Nacional (PN), Emanuel Estaline Moreno, na sequência da visita do vice-presidente do Comité Nacional da Conferência Consultiva Política Popular da China (CCPPCh), Wang Gang, ao Centro Operacional do projecto “Cidade Segura”, em Achada Grande.

O projecto implementado com o financiamento dos Governos de Cabo Verde e da China está em funcionamento na cidade da Praia, desde o mês de Julho e, segundo Emanuel Estaline Moreno, os resultados são positivos.

“De facto os resultados têm sido francamente positivos e na devida altura iremos apresentar os dados. Como sabe estamos a seis meses e estamos a analisar o antes e o depois”, disse o responsável máximo da PN, citado pela Inforpress.

Conforme ele, a segunda fase do projecto já em andamento, com acções no terreno, contempla, para além das ilhas de Sal, da Boa Vista e São Vicente, o aumento de número de câmaras em Santiago.

“Estamos ainda a fazer o levantamento, que está praticamente pronto, dos sítios das zonas e das ruas onde devemos melhorar. Em relação às câmaras já instaladas vamos ter que melhorar e adequar da melhor forma o posicionamento para podermos ter acesso às informações”, disse, adiantando que se prevê a colocação de 100 ou mais câmaras.

À semelhança do que aconteceu na primeira fase, também na segunda fase o projecto contará com apoio técnico e financeiro do governo chinês, conforme foi reforçado durante a visita do vice-presidente do Comité Nacional da Conferência Consultiva Política Popular da China, Wang Gang.

“O que nós ouvimos aqui, é que de facto irão junto das autoridades acelerar o processo para podermos concluir este projecto que é importante para a PN e para a sociedade cabo-verdiana no geral”, disse Emanuel Estaline Moreno.

A implementação do Projecto “Cidade Segura” vai conferir aos principais centros urbanos do país uma estrutura de segurança pública à dimensão das necessidades e preocupações gerais, permitindo abordar as questões securitárias numa óptica preventiva.

O referido projecto integra o sistema de vídeo vigilância urbana, comunicações de segurança e um Centro de Comando para a gestão das ocorrências, com o objectivo de antecipar as ocorrências criminais, garantir respostas imediatas às emergências e maior eficiência na gestão da segurança urbana, nos principais centros urbanos do país, refere a mesma fonte.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project