ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Luta sindical na Amazon pode mudar EUA — Biden apoia trabalhadores 24 Mar�o 2021

Milhares de trabalhadores nos armazéns da ’Amazon’ no Alabama votam até ao dia 29 se querem ou não sindicalizar-se. Crescem todos os dias as pressões vindas de Jeff Bezos para votarem ’não’ , mas o presidente Biden apoia a luta pelo direito à sindicalização e incita-os a não se deixarem intimidar. Também o ex-candidato presidencial Bernie Sanders, que apoia essa luta há décadas, manifestou ontem o "seu "contentamento com o avanço da sindicalização".

Luta sindical na Amazon pode mudar EUA — Biden apoia trabalhadores

O combate sindical que se está a registar nos armazéns da ’Amazon’ no Alabama é bem digno deste lugar histórico, onde em abril de 1963 arrancou a ’Campanha de Birmingham’ protagonizada por Martin Luther King.

Este ano, o Alabama deve ficar na história como o primeiro Estado americano onde surgiu o primeiro sindicato de trabalhadores da ’Amazon’, a plataforma de venda online criada em 1994 por Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo com "$196.2bn" na lista Forbes ou segundo da Bloomberg.

A primeira tentativa de sindicalização na firma de Bezos surge em 2014 entre os ’Trabalhadores Técnicos da Amazon’, que operam na manutenção e Reparação em Middletown, Delaware.

Essa tentativa nos Estados Unidos começou por uma petição da IAMAW-Associação Internacional dos Maquinistas e Trabalhadores do Aeroespaço, em dezembro de 2013 e intermediada pelo NLRB-Associação Nacional dos Assuntos Laborais.

A derrota na votação em janeiro de 2014 levou a um longo tempo sem outras tentativas. A ’Amazon’ destaca-se , ao longo dos seus 25 anos, por ter implementado estratégias para evitar a sindicalização. Com sucesso na maior parte dos países a começar pelos Estados Unidos.

Em sentido contrário, é plena a sindicalização nos países europeus do G7, como na Alemanha e França onde os trabalhadores estão sindicalizados desde a instalação da ’Amazon’ em 1999.

Fontes: Washington Post/NY Times/Twitter... Fotos (GettyAFP): Biden dirigiu neste domingo uma mensagem de apoio aos trabalhadores da Amazon. A empresa tem estratégias para impedir a sindicalização nos Estados Unidos, mas não em países europeus do G7.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project