ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Luxemburgo disponibiliza 12 milhões de euros para acelerar transição energética em Cabo Verde 02 Dezembro 2022

O ministro da Indústria, Comércio e Energia afirmou hoje que o reforço do Programa de Apoio à Transição Energética (Paser), financiado pelo Grão de Luxemburgo em 12 milhões de euros, irá ajudar na aceleração da transição energética no arquipélago.

Luxemburgo disponibiliza 12 milhões de euros para acelerar transição energética em Cabo Verde

Alexandre Monteiro fez estas afirmações à imprensa, à margem da primeira reunião do Comité de Pilotagem (Copil), realizada esta sexta-feira, tendo referido que este primeiro encontro marca a concretização de um novo programa que terá a duração de quatro anos.

Conforme explicou, este projecto vai contribuir para ajudar Cabo Verde a dar esse primeiro salto relativamente ao alcance de mais de 30% de penetração de energias renováveis na rede.

“No programa anterior, tínhamos o recurso de cerca de seis milhões de euros e para este segundo ciclo neste programa de apoio à transição energética para os próximos quatro anos temos 12 milhões de euros, o que está alinhado com a nossa aspiração de acelerar porque a aceleração também exige recursos”, asseverou.

De acordo com o governante, o programa anterior previa, essencialmente, o apoio do Luxemburgo na criação de bases para a transição energética, melhoria do sistema de governança do sector das energias, realçando que neste novo ciclo, o foco será, sobretudo, na melhoria do acesso à energia e na promoção da eficiência energética.

Acrescentou que o Paser vai continuar a reforçar a componente de governação do sector, tendo em conta as transformações que estão a ocorrer no sector para uma realidade energética progressivamente mais complexa.

No que se refere à promoção do acesso à energia nas localidades isoladas fora da rede, precisou o ministro, o programa vai apoiar com soluções de micro redes baseadas nas energias renováveis ou na disponibilização de kits solares individuais, considerando que essas acções são “fundamentais” para Cabo Verde poder alcançar 100% de acesso à electricidade, cuja taxa actual é de cerca de 95%.

Já no que toca à promoção da eficiência energética, reforçou que é fundamental para a redução do custo da factura energética e que o programa vai intervir além da componente de apoio a massificação de microprodução renovável para autoconsumo, mas também na promoção do consumo de energia.

“Temos código de eficiência energética para a orientação em termos de eletrodomésticos, construção de edifícios mais eficientes energeticamente, o quadro desse programa irá ajudar o País também na implementação do seu programa de eficiência energética neste domínio e irá continuar também a trabalhar na capacitação institucional para Cabo Verde poder ter capacidades nacionais na gestão deste sector cada vez mais complexos”, salientou.

Por seu turno, o encarregado de Negócios da Embaixada do Grão-Ducado do Luxemburgo em Cabo Verde, Thomas Barbancey, afirmou que este novo programa é continuação do programa anterior e que, com o financiamento disponibilizado, o seu país irá colocar à disposição das autoridades cabo-verdianas uma assistência técnica para o cumprimento dos objectivos.

Garantiu que o Grão-Ducado de Luxemburgo irá continuar a acompanhar Cabo Verde no seu plano de transição energética visando melhorar o acesso da população à energia ou seja de baixar também o custo da electricidade.

“Este novo programa é de assistência técnica para ajudar Cabo Verde na concretização dos seus planos de tornar o mercado nacional da energia mais eficiente para também atrair mais investimentos do sector privado que são necessários para finalizar esta mudança”, declarou.

Para tal, reforçou, irão apoiar na criação de condições que facilitem ainda mais o aumento da produção de energias renováveis contribuindo para a melhoria do sistema de distribuição de electricidade, tendo destacando as expectativas altas do Luxemburgo relativamente à cooperação com Cabo Verde, isto porque justificou, os progressos já alcançados no arquipélago são “muito grandes”.

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project