ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

MAA e Fogo: Agricultura contribuiu com 27,8 por cento do PIB da ilha e tem potencial para aumentar 15 Julho 2019

A ilha do Fogo tem “enormes potencialidades” no domínio da agricultura e ambiente, sendo que a agricultura contribui com 27,8% do PIB da ilha e com potencialidade para aumentar, disse o ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva.

MAA e Fogo: Agricultura contribuiu com 27,8 por cento do PIB da ilha e tem potencial para aumentar

Estas observações foram feitas hoje na cidade dos Mosteiros, durante a assinatura do protocolo de delegação de competências do Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) aos municípios dos Mosteiros e de Santa Catarina do Fogo, tendo o titular da pasta indicado que a ilha contribui com cinco por cento do PIB nacional.

Ao debruçar sobre o sector agrário e ambiental da ilha, Gilberto Silva, afirmou que existe uma agricultura adaptada que não consome muita água, mas tem uma produção muito grande, dado ao microclima existente, sobretudo no sector da fruticultura.

Este defendeu a necessidade de potencializar todo este elemento na lógica das cadeias de valores, sendo que foram já identificadas três cadeias de valor que poderão contribuir para o desenvolvimento da ilha, nomeadamente de vitivinícola através da produção de uva e vinho, o café e o queijo de cabra.

Em relação a vitivinícola, este disse que as pessoas acreditam cada vez mais nesta e há uma extensão cada vez maior da cultura da vinha e na produção de vinho.

Com relação à cadeia de valor do café, o titular da pasta da Agricultura, disse que é fundamental alargar a extensão das terras do café e cuidar muito melhor das plantações, e acima de tudo apostar na sua valorização, pela via de processamento e criação de uma marca que pudesse valorizar cada vez mais este produto no mercado nacional, internacional e chamado “mercado de sodade”.

Quanto à cadeia de valor de queijo de cabra, a mesma fonte é de opinião que este produto é uma referência a nível nacional, adiantando que com o equacionamento da problemática dos transportes e da questão da certificação dos produtos o queijo de cabra vai poder valorizar muito mais no mercado de turismo. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project