ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Macau proíbe importação de talheres de plástico descartáveis a partir de 2023 06 Setembro 2022

o Governo de Macau anunciou esta segunda feira a proibição da importação, a partir de 01 de janeiro do próximo ano, de talheres de plástico descartáveis.

Macau proíbe importação de talheres de plástico descartáveis a partir de 2023

A partir daquela data, só será autorizada a importação de "facas, garfos, colheres" de "plástico biodegradável", indicou um despacho do chefe do executivo, Ho Iat Seng, publicado no Boletim Oficial da região administrativa chinesa.

No início deste ano, entrou em vigor a proibição da importação de palhinhas de plástico descartável e não degradável e ’colheres’ de bebidas descartáveis para Macau, medida surgida na sequência da implementação do controlo de embalagens descartáveis de esferovite em 2021.

No planeamento de proteção ambiental 2021-2025, divulgado em janeiro último, as autoridades da região indicaram, sem estabelecer metas concretas, que o objetivo é "promover e reforçar" a prática de redução do uso de plástico, juntamente com "medidas reguladoras para os utensílios de mesa de plástico, descartáveis e não-biodegradáveis".

Por outro lado, o Governo quer "reforçar a sensibilização da ’reciclagem limpa’ de resíduos recicláveis junto dos cidadãos, no sentido de assegurar a disponibilidade de materiais recicláveis e o seu valor recuperável", indicou-se no mesmo documento.

Macau tem uma das mais altas densidades populacionais do mundo, com uma população de cerca de 680 mil habitantes e uma área de 32,9 quilómetros quadrados.

A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project