MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Magistrada condenada vira pastora — Tracie Hunter que perdeu cargo por ajudar o irmão 03 Janeiro 2021

"O sistema de justiça foi manipulado, fui destituída de juiz e jurista", mas "acredito na justiça de Deus, eu Pastora perdoo-lhes pelo que me fizeram", afirma Tracie Hunter em depoimento à CNBC-5 WLWT. Ano novo, nova vida para a ex-magistrada do Juízo de Menores do tribunal de Cincinnati, Ohio, cuja "chocante" detenção — arrastada do tribunal para a cadeia — correu mundo no Verão de 2019.

Magistrada condenada vira pastora — Tracie Hunter que perdeu cargo por ajudar o irmão

Fez-se "[j]ustiça para Hunter" mas não a do sistema judicial dos Estados Unidos, segundo os seus apoiantes. A nova etapa de vida deu-lhe a paz de espírito quase um ano e meio depois de "perde[r] tudo: perdeu o emprego, a posição de juiz, a licença de exercer como jurista... Não pode ganhar o próprio sustento, perdeu a paz de espírito", segundo a sua defesa que em vão procurou comover o juiz Patrick Dinkelacker.

17 meses depois, renasce, na mesma terceira cidade do Ohio, Tracie Hunter, a Pastora da (Anabaptist) Brethren in Christ Church (BICUS) /Igreja (Anabaptista) dos Irmãos em Cristo e ex-magistrada cuja sentença levou a sala de audiência virar uma arena, com gritos dos seus apoiantes e detenção de uma em cuja T-shirt se lia "Justiça para Hunter".

Em agosto de 2019, estava no foco mediático mundial o caso da juiz do Midwest condenada a 6 meses de prisão por ter ajudado o irmão com dados confidenciais. Os apoiantes indignados gritavam "Ela está a ser tratada como um animal" enquanto Tracie Hunter, em posição decubital, agarrada pelas axilas e os pés a arrastar pelo soalho, era levada para fora da sala de audiência (fotos).

Em tribunal, a defesa argumentara que a juiz Tracie Hunter já fora bastante punida por ter seis anos antes, em julho de 2013, obtido documentos confidenciais do centro de detenção juvenil onde trabalhava o irmão, Stephen Hunter. O objetivo: usá-los na defesa de Stephen acusado de maus-tratos a um jovem detido.

Debalde, pois o juiz Patrick Dinkelacker — embora tenha chegado a ler, diante da audiência (foto), trechos das muitas cartas e pedidos para não mandar a ré-juiz para a cadeia — foi inflexível.


Prisão e renovação

Perdidos o emprego, a posição de juiz, a licença de exercer como jurista e a liberdade, Tracie Hunter teve a oportunidade de se renovar na prisão, onde ficou numa ala especial.

"Como missionária junto dos demais detentos", o tribunal atribuiu-lhe o desconto de três dias por cada serviço religioso. Saiu livre ao fim de 75 dias.

Fontes: Referidas/ The Cincinnati Herald/sites institucionais. Fotos (capturas de ecrã/sites): Cenas de tribunal. A arquitetura da Igreja Anabaptista nos Estados Unidos (BICUS), com traçado próximo ao de várias igrejas cristãs não-católicas, começa a estar representada na capital cabo-verdiana, em duas igrejas dos Mórmones e na nova ESCJ-Várzea.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project