Legislativas 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Maio: Partidos apostam na formação dos jovens 10 Abril 2021

Ao término de uma semana da campanha eleitoral, as candidaturas dos três partidos concorrentes (UCID, MPD, PAICV) do círculo eleitoral do Maio às legislativas de 18 de abril, recentram os debates na problemática da educação e formação para a aumentar a empregabilidade dos jovens na ilha.

Maio: Partidos apostam na formação dos jovens

A cabeça de lista do Movimento para Democracia, Joana Rosa, defendeu, na sua página de facebook, que a formação profissional vai ser uma das grandes apostas do partido que representa para que a ilha continue o seu processo de desenvolvimento.

Segundo a candidata, o Maio conheceu “grandes avanços” nos últimos cinco anos, da governação do MpD graças a uma “boa parceria” entre o poder central e o poder local, razão pela qual apelou aos maienses para que continuem a dar o “voto de confiança num partido que considera ser “amigo do Maio”.

Para Joana Rosa, hoje todos os maienses, tanto residentes como na diáspora, têm reconhecido que "DjarMai" está a desenvolver-se, mas sublinhou que é preciso apostar nos jovens para que possam aproveitar o potencial da ilha.

A candidata acredita que o desenvolvimento do Maio vai fazer com que os maienses que se encontram nas outras ilhas também regressem ao torrão natal para trabalhar e, para tal, garantiu que o MpD vai continuar a criar as condições para que a ilha se desenvolva.

Por sua vez, a candidatura do Partido Africano para a Independência de Cabo Verde, para o círculo eleitoral do Maio liderado por Edson Alves, defende que a sua candidatura vai dar uma especial atenção aos jovens para que possam contribuir para o desenvolvimento da ilha que os viu nascer.

“Não podemos esquecer dos jovens que serão os principais beneficiários, a nossa aposta será centrada na busca de parcerias para qualificar os jovens maienses e profissionais das diversas áreas em todos os níveis de formação, do profissional ao superior em áreas prioritárias, para que possam contribuir e participar no desenvolvimento da Ilha” declarou.

O PAICV diz pretender ainda procurar apoios no sentido de levar a formação superior para a ilha do Maio, seja de forma presencial ou à distância, porque "existem infraestruturas para receber formações a nível de licenciatura".

No que tange ao centro de formação profissional, Alves, diz que vão ser evidenciadas esforços no sentido de apetrechar de melhores condições humanas e materiais o Centro de Formação Profissional do Maio para que possa ter condições de alargar as ofertas formativas em vários domínios, com realce para as prioritárias ao mercado local, evitando assim migrações de jovens para fazer formações em outras Ilhas.

Caso vir a merecer a confiança do eleitorado, o fisioterapeuta de profissão e candidato apoiado pela UCID, Albertino Rosa, promete ser, antes de tudo, “a voz dos maienses” no parlamento, “servir a ilha e retribuir tudo” o que o Maio fez por ele até hoje, como referiu.

A candidatura da UCID, promete elevar o nível de formação profissional para o nível cinco, visto que, segundo o cabeça de lista, Albertino Rosa, o nível dois "é muito baixo", prometendo, levar formadores competentes para a ilha, aumentar as aulas práticas e dinamizar a formação profissional no Maio.

Uma outra preocupação da UCID é o facto dos centros profissionais existentes na ilha estarem quase todos fechados. Nesse sentido, Albertino Rosa, avança que vão aproveitar esses centros e levar a formação a cada comunidade sem que os jovens tenham de deslocar-se ao centro de formação profissional.

Às legislativas do dia 18 para a eleição de 72 deputados em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project