Legislativas 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Maio: Pesca e turismo no centro das atenções das candidaturas 08 Abril 2021

Os candidatos concorrentes às eleições legislativas de 18 de abril na ilha do Maio apresentam as suas estratégias de investimento para diversificar e fortalecer a economia local e melhorar as condições de vida da população. Estratégias essas que têm a ver com o aumento dos investimentos no sector turístico, para um turismo de qualidade, para além de uma aposta forte nas pescas, a pensar no abastecimento do mercado local e nacional, mas também o mercado turístico, como forma de alavancar o desenvolvimento local.

Maio: Pesca e turismo no centro das atenções das candidaturas

Em entrevista ao Jornal A Semanaonline, o cabeça de lista da União Cabo Verdiana Independente e Democrática (UCID) pelo círculo eleitoral do Maio, Albertino Rosa, considera ser importante investir em sectores estratégicos como turismo e pesca, para alavancar a economia local.

Entretanto, Rosa afirma que dentro do contexto pandémico, a prioridade é regulamentar o sector turístico na ilha, ao investir no turismo rural e sustentável com diversidade de opções em relação a esse sector. O mesmo, promete apostar na formação (linguística) de guias e pessoas para acompanhar os turistas que visitam a ilha do Maio e ainda requalificar e adaptar casas para que as famílias possam receber os turistas nas suas residências.

Também para o sector das pescas, o líder da lista da UCID pela ilha do Porto Inglês, promete apoio aos pescadores com equipamentos de segurança e manutenção das suas embarcações. Uma outra aposta dessa candidatura no sector em apreço é adaptar o mercado de produção de gelo em Calheta, para servir também como câmara fria para armazenagem do pescado, já que não têm como escoar os pescados todos os dias.

Nesta quinta-feira, 08, a caravana da candidatura da UCID esteve na localidade de Morro em contactos porta-a-porta, com uma mensagem ao eleitorado de "necessidade de aposta na mudança".

A candidatura do Partido Africano para a Independência de Cabo Verde (PAICV), acredita haver enorme margem e potencial para o desenvolvimento do turismo na ilha do Maio. Daí que a proposta do partido tambarina ligado a esse sector, é apostar “ fortemente” no turismo interno a médio e longo prazo, com formação e capacitação dos jovens e, assim, promover um avanço importante para o setor e para o desenvolvimento local.

O cabeça de lista do PAICV no círculo eleitoral do Maio, Edson Alves, sublinha ainda, que, caso venca as eleições, o partido Tambarina irá investir na construção de um hospital de “alto nível”, para responder às demandas do turismo na ilha.

No que tange ao sector das pescas, o partido liderado por Janira Hopffer Almada pretende fazer no Maio uma forte aposta junto dos pescadores e peixeiras na industrialização desse sector. Também pretende apostar na conservação dos pescados com a fabricação de gelo na ilha.

De referir que o PAICV esteve em contatos porta-a-porta na cidade de Porto Inglês, com o suporte de um carro de som, com o intuito de convencer o eleitorado.

Por sua vez, Joana Rosa, cabeça de lista do Movimento para Democracia no círculo eleitoral do Maio, continua a apostar nas redes sociais, tendo veiculado uma mensagem que "a ligação marítima será uma realidade ainda este ano", realçando que haverá o dinamismo "sem precedentes" do turismo e de outros sectores de actividade.

“A ilha do Maio tem registado, pelo menos nestes cincos últimos anos, um processo de desenvolvimento a todos os níveis”, afiançou Joana Rosa que garante, também, que a formação profissional vai ser uma das grandes apostas, caso o partido sair vencedor nas eleições de 18 de Abril.

O objectivo, explicou, "é preparar a população para o desenvolvimento turístico que se almeja para breve", tendo em vista o anúncio da construção de um empreendimento de grande porte na ilha, além de outros que poderão vir a aparecer.

Às legislativas do dia 18 para a eleição de 72 deputados em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project