AUTÁRQUICAS 2020

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Plataforma eleitoral : Candidato António Ramos (PAICV) quer transformar Maio num território inteligente e moderno 15 Outubro 2020

O desafio está lançado com o candidato à presidência da Câmara Municipal do Maio, António Ramos (PAICV), a apostar na vocação e potencialidades locais. Ramos anuncia que, caso vença as eleições de 25 deste mês, quer governar a ilha de melhor maneira com o propósito de transformá-la num “território inteligente, humanizado e moderno do ponto vista urbanístico”.

Plataforma eleitoral : Candidato António Ramos (PAICV) quer transformar Maio num território inteligente e moderno

Com o lema “Djarmai na kurasan”, António Ramos diz ter uma “nova visão” para o desenvolvimento local, focado em transformar a ilha do Maio «num território inteligente, humanizado e moderno do ponto vista urbanístico». Reforça a ideia de que pretende construir uma Cidade ao serviço dos interesses da coletividade, sempre com ousadia, honestidade, democracia e transparência.

“Quero devolver à sociedade Maiense e sua vasta diáspora a confiança na democracia. E para tanto, é o meu primeiro desafio para superar a ’crise de representação’ por meio de um novo ’pacto social’, de envolvimento redobrado da juventude, na correspondência entre a ’palavra dada e o ato praticado’ e um novo modo de fazer política”, sublinha Ramos.

O concorrente tambarina à sucessão do Edil cessante Miguel Rosa diz” seguramente” que a juventude pode encontrar na governação local um parceiro empenhado para a sua formação e materialização dos seus projetos, aliando as novas tecnologias ao desenvolvimento do turismo e da industrialização. Nisso, adianta que fica claro o arranque efetivo do turismo terá de contar com infra-estruturas essenciais, desde logo com um aeroporto de meio porte, a modernização do porto, a requalificação urbana e ambiental.

“A boa administração municipal é aquela que está junto da população, que garante prestação de serviços de qualidade a todos, que assegura uma gestão transparente dos recursos públicos, que tem como principal foco as pessoas e a resolução dos seus problemas básicos em tempo útil, tais como o acesso a uma habitação condigna, à água potável, à educação básica e cuidados sanitários, a garantia de conectividade com o País e o mundo, a segurança e tranquilidade das famílias e seus bens. A pesca, a agricultura e a criação de gado precisam de novas dinâmicas de crescimento e de rendimento para as famílias”, propõe o candidato.

António Ramos frisa também na sua plataforma eleitoral que a sua equipa à Câmara terá, caso venha a ser eleita no dia 25 de outubro, de inverter a atual situação da ilha do Maio.

Anuncia que vai priorizar 5 eixos que considera ser fundamentais para o desenvolvimento local. Um deles tem a ver com a “Boa Governação e Desmaterialização”, com a intenção de capacitar o atendimento público na Câmara Municipal. Isto através da formação contínua dos quadros, da responsabilização perante os munícipes e seus eleitos, da criação de um fundo de emergência municipal e de um planeamento estratégico na ilha.

O documento destaca, por outro lado, que a candidatura do PAICV vai ainda focar nas Infra-estruturação Municipal, onde pretende dotar um conjunto de novas infra-estruturas para o Município para melhor responder às demandas da população. Neste particular, o elenco tambarina propõe construir um “Anel” rodoviário em asfalto e radiais de acesso a toda a Ilha do Maio e concluir a rede de esgotos na Vila da Calheta.

Na economia, quer dar enfoque no sector das pescas, no apoio à agricultura familiar de regadio e de pecuária, na indústria e capacitação dos artesãos locais, além de dinamizar a produção local do queijo e derivados do leite e criar as condições para o escoamento dos produtos locais.

Conforme a mesma plataforma eleitoral, a nível da Educação, Cultura e Desporto, a candidatura do PAICV vai trabalhar na criação do centro cultural do Maio, na reabilitação de casa da cerâmica do Morro e não só, como também na promoção da criação de um centro de artesanato.

No tocante à juventude, Ramos tenciona instalar um gabinete de apoio ao empreendedorismo, criar programas de apoio social e de emprego para acolhimento e orientação dos jovens Maienses.

O candidato do PAICV pretende ainda implementar nas várias localidades da ilha, projectos diversos, nomeadamente a nível de rede de esgoto, da requalificação das zonas e avenida principal para uma pedonal de Fontona, Ponta Preta e Shell, bem como na construção e requalificação da orla marítima da Baía de Baxona e na construção do Centro Administrativo e comercial da ilha.

Conforme a sua plataforma programática, António Ramos salienta que ele e os demais elementos da sua equipa estão preparados e com vontade de trabalhar em sintonia com as autoridades nacionais e em diálogo constante com a população para relançar o desenvolvimento económico, social e cultural da ilha do Maio.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project