AUTÁRQUICAS 2020

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Maio: Rosa e Ramos visitam Calheta e Morrinho 11 Outubro 2020

Os candidatos concorrentes à Câmara Municipal do Maio, António Ramos do PAICV, e Miguel Rosa do MpD, continuam com os contatos porta-a-porta. Neste domingo, Ramos seguiu com a “Caravana da Mudança” para a vila de Calheta, enquanto o edil cessante, Rosa, percorreu a localidade do Morrinho.

Maio: Rosa e Ramos visitam Calheta e Morrinho

O candidato do PAICV António Ramos, continua convicto na “mudança” e com foco numa mensagem de “esperança”. Ramos reforça que está disposto a assumir na plenitude os desafios “e dar corpo à luta” para uma melhor qualidade de vida para os maienses, em particular, para que os jovens locais possam ter “mais oportunidades”.

Ademais, António Ramos assume serem as suas prioridades as pessoas “sempre” e a resolução dos seus problemas, tendo como grande desafio combater a elevada taxa de desemprego local.

O candidato do PAICV assegurou que as pessoas estão “indignadas” com o desempenho da equipa camarária que governou a ilha nos últimos quatro anos, porque não levaram em conta as suas necessidades e prosseguiram com a tática de “perseguição e exclusão” das pessoas que não comungam da mesma ideologia política da Câmara que vem governando a ilha nestes 24 anos.

Já a comitiva liderada por Miguel Rosa, do MPD, visitou a localidade de Morrinho para colocar-se a par da situação e dos anseios dos jovens do “Morro”. Nisso, Rosa frisa que tiveram a oportunidade de apresentar um conjunto de ideias, programas e projetos, nomeadamente, no nicho do ecoturismo. E para tal, vai apoiar e incentivar as famílias a adotarem a modalidade do turismo de proximidade (peer to peer), em que as pessoas alugas as suas casas ou quartos a turistas, uma modalidade muito utilizada no turismo rural.

Miguel Rosa diz ter como principal linha de atuação apoiar os jovens na aquisição de terrenos para construírem as suas habitações entre outras ações no sentido de dar seguimento ao desenvolvimento local.

Conforme apurou este jornal, o candidato do MPD pretender construir a casa de abrigo dos pescadores na zona de Porto Cais, em parceria com uma ONG, virada um pouco também para a proteção das praias e para a vertente da investigação científica, tendo em conta que a mesma vai ser construída dentro do parque natural do norte da ilha. Isto, para além da instalação de uma máquina de produção de gelo prevista para a vila da Calheta, com ações, também, em beneficio dos pescadores da localidade de Morrinho, notou o Edil cessante.

Rita Ramos/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project